Cerezo tenta entender a demissão: "queria saber o que aconteceu" 

Em entrevista ao programa Arena Sportv, Toninho Cerezo se mostrou chateado e comentou sua demissão do Vitória, que ocorreu na quinta-feira passada.

"Eu queria saber o que aconteceu. Tive boas propostas para sair do país, para ir para fora, mas preferi manter a palavra que havia dado ao presidente e continuei. Criei um novo grupo de jogadores e tinhamos um ótimo ambiente. Depois o diretor me chamou e disse que a situação estava insuportável porque empatamos dois jogos... Fiquei sem entender", declarou.

Ainda mostrando decepção sobre a decisão tomada pelo clube baiano, o ex-jogador desabafou: "Quando as coisas vem de cima para baixo, não tem o que fazer. Fiquei chateado, iria participar de uma final e meu time estava bem colocado. Meu presidente, que considero amigo meu, não veio sequer falar comigo."