Após falha em clássico, goleiro perde posição no Atlético-MG

O empate em 2 a 2 no clássico diante do Cruzeiro no último domingo rendeu a perda da posição para o goleiro Renan Ribeiro. Criticado ao falhar no primeiro gol do adversário, Renan recebeu a notícia que a partir de agora o titular no gol alvinegro passa a ser Giovanni.

Além disso, Renan Ribeiro foi blindado pela diretoria do Atlético-MG e não foi autorizado a conceder entrevistas na Cidade do Galo. "Venho preparando uma situação do Giovanni jogar, do próprio Lee entrar numa condição mais ideal para ser provado, testado, como fiz na lateral esquerda. Passado o clássico, é hora de mexer, de colocar o Giovanni para jogar. Ele está sabendo desde ontem (domingo)", explicou o técnico Cuca.

O comandante alvinegro garante que Renan não está considerado sendo culpado pelo empate no clássico. "O atacante erra uma, duas, três, e faz um gol no final e está perdoado. O goleiro não. Ele não faz gol, ele salva. A gente não está tirando o goleiro por um suposto erro, mas pela instabilidade que estamos sentindo em cima dele. É muito pela cobrança pela juventude do Renan", completou.

Essa não foi a primeira vez que o goleiro atleticano sofre com vaias da torcida. Na temporada passada, Renan admitiu que teve o ano mais difícil da vida dele porque perdeu a irmã dele, Bianca, de apenas 15 anos, vítima de câncer no cerébro.

A falha de Renan Ribeiro no clássico mineiro virou brincadeira para o Twitter oficial do América de Teófilo Otoni. O clube do interior do estado que se especializou em brincar com assuntos polêmicos do futebol nacional, postou que a diretoria do Atlético-MG havia procurado o goleiro Fabio Noronha, ex-Flamengo e atualmente titular do América-TO.