Com grande atuação de Lorena, Vôlei Futuro vence RJX e força 3º jogo

Com a necessidade de vencer para não dar adeus prematuramente da Superliga Masculina, o Vôlei Futuro contou neste domingo com atuações inspiradas do levantador Ricardinho e do oposto Lorena para virar o jogo contra a RJX, no Ginásio do Maracanãzinho, e forçar o terceiro jogo semifinal. O placar final foi de 3 sets 1, parciais de 18/25, 27/25, 25/23 e 25/21, duelo decisivo será realizado na próxima sexta-feira, às 21h (de Brasília), em Araçatuba.

Na partida deste domingo no Rio de Janeiro, o time do interior paulista começou mal perdendo 1º set, se recuperou no segundo, reverteu uma grande desvantagem no terceiro e fechou o duelo em uma quarta série equilibrada.

A recuperação do Vôlei Futuro no jogo coincidiu com o aumento de tensão entre as equipes na metade do segundo set. Théo e Lorena discutiram depois de uma marcação da arbitragem e deixaram o jogo ainda mais nervoso. A cada ponto, vibração, gritos e olhares trocados com o adversário. A cada bola duvidosa, reclamações com o juiz.

Neste clima, o jogador que mais cresceu na partida foi o oposto Lorena. Além de decisivo em um segundo set muito equilibrado, o oposto liderou a virada no terceiro (RJX chegou a ter 6 a 1 e 16 a 10 no placar) com duas cortadas de contra-ataque atrás da linha dos 3 metros. Ricardinho também foi fundamental com levantamentos precisos em momentos de pressão.

O vencedor do duelo da próxima sexta-feira enfrentará na final o Sada/Cruzeiro, que na outra semifinal derrotou o Minas nas duas partidas. O time mineiro é o atual vice-campeão da Superliga.