Libertad vira ante Nacional, se classifica e garante Vasco nas oitavas 

Jogando em Assunção, o Libertad derrotou nesta quinta-feira o Nacional, por 2 a 1, e garantiu sua classificação à fase oitavas de final da Libertadores. A equipe da casa conseguiu o triunfo com uma virada, que aconteceu no segundo tempo. Os gols da partida foram marcados por Viudez (Nacional), Velázquez e Cáceres (Libertad).

O resultado também garante a classificação do Vasco da Gama à próxima fase. Com 10 pontos, o time brasileiro lidera o Grupo E com a mesma pontuação que a equipe paraguaia, mas com vantagem no número de gols marcados fora de casa, quarto critério de desempate. O Vasco derrotou na quarta-feira o Alianza Lima-PER, por 2 a 1, fora de casa.

O jogo

Mesmo decisiva, a partida começou morna no Paraguai com nenhuma das duas equipes criando chances claras nos primeiros oito minutos de partida. Aos 9min da primeira etapa, porém, Viudez conseguiu abrir o placar. O gol saiu de uma roubada de bola do atacante na entrada da área do Libertad.

Depois de ver o rival abrir 1 a 0, a equipe da casa tentou reagir. Sem criatividade, tudo o que os jogadores do Libertad conseguiram produzir foram cruzamentos para a área, com os laterais Bonet e Samudio.

Tentando tomar a iniciativa das ações, o Libertad dava espaço para contra-ataques do nacional, os quais eram puxados principalmente por Viudez. Aos 25min, a equipe uruguaia teve grande chance, com Aquino, que completou para fora um cruzamento de Nuñez.

Dois minutos depois, o Libertad teve sua melhor chance na primeira etapa, depois de cruzamento de Samudio. O atacante Nuñez não conseguiu alcançar a bola.

Segundo tempo

O segundo tempo começou com pressão do time mandante. Aos 3min, o Libertad conseguiu uma bola na trave, com o meio-campista Santana, que finalizou de fora da área. Aos 18min, Santana conseguiu outro chute. A bola desviou no meio do caminho e quase enganou o goleiro Burián, que conseguiu se recuperar no lance.

Precisando do resultado, a equipe seguiu pressionando o rival até conseguir o gol de empate, que não demorou a sair. Aos 20min , o placar ficou em igualdade, com o gol de Velázquez.

Depois do gol, o Libertad seguiu buscando a vitória. Aos 24min, o argentino Burruchaga, técnico da equipe, substituiu Nuñez por outro atacante, Rodolfo Gamarra.

O jogo seguia nervoso, com o time da casa sendo pressionado. Aos 37min, Damonte recebeu na área e chutou para defesa de Muñoz. Um minuto depois, aconteceu um dos lances mais polêmicos da partida, quando Menéndez foi derrubado pelo goleiro Rubián e pediu o pênalti. O juiz mandou o jogo seguir.

Aos 45min da segunda etapa, o Libertad garantiu a vitória e a classificação à próxima fase com um gol de Cáceres, que finalizou de direita, depois de bate-rebate na área.