Vasco passa sufoco, mas vence Alianza e se aproxima de vaga 

O Vasco deu um importante passo para avançar às oitavas de final da Copa Libertadores da América. Na noite desta terça-feira, a equipe de São Januário passou um grande sufoco na parte final de jogo, mas conseguiu segurar a vantagem e vencer o Alianza Lima pelo placar de 2 a 1, no Estádio Alejandro Villanueva. Com o triunfo, a equipe comandada por Cristóvão Borges depende de apenas um empate na última rodada para avançar à etapa de mata-mata.

Vitorioso na noite desta terça-feira, o Vasco chegou aos 10 pontos e manteve a liderança do Grupo 5 da Libertadores, pelo menos até a próxima quinta-feira, quando o Libertad poderá assumir a ponta, caso vença o Nacional-URU por dois gols de diferença. O Alianza Lima, por outro lado, permanece estacionado com somente três pontos, na última posição e sem chances de vaga.

Com salários atrasados há mais de sete meses e passando pela maior crise da história, o Alianza Lima, que corre risco de falência, conseguiu dificultar, e muito, a tarefa do Vasco na noite desta terça-feira. O time de São Januário, embora tenha controlado o ritmo de jogo durante boa parte do duelo, dependeu de dois chutes longos de Fellipe Bastos, o primeiro aos 17min do primeiro tempo e o segundo aos 25min da etapa final, para vencer o duelo. Curiel ainda diminuiu.

A tranquilidade adquirida pela boa vantagem terminou no minuto seguinte ao tento peruano. A partir de então, o Vasco permaneceu acuado no campo defensivo e por pouco não sofreu o empate. O clima do jogo esquentou ainda mais nos acréscimos, quando o volante Nilton, que entrou em campo justamente para evitar a potência do ataque rival, acabou expulso, depois de solar a nuca de Carmona.

Perto da vaga, o Vasco volta a atuar pela Copa Libertadores somente no dia 12 de abril, às 21h50 (de Brasília), quando encarará o Nacional, no Uruguai. Já o Alianza Lima, que pode cair à segunda divisão peruana, caso não acerte parte das dívidas, se despedirá da principal competição sul-americana na mesma data e horário, contra o Libertad, novamente em frente ao seu torcedor.