Botafogo cede empate ao Flu em clássico e perde liderança

O Grupo A do Campeonato Carioca tem um novo líder. Na noite deste domingo, o Botafogo ficou no empate por 1 a 1 com o Fluminense e perdeu a oportunidade de recuperar o primeiro posto da chave, perdido em virtude da vitória do Flamengo sobre o Bangu.

O jogo

Embora tenha encarado uma longa viagem à Venezuela durante a semana, a qual consagrou a vitória por 1 a 0 sobre o Zamora e a classificação antecipada às oitavas de final da Copa Libertadores, o Fluminense se apresentou com a principal equipe diante do arquirrival Botafogo. Empolgado pelo resultado fora de casa e com a força máxima, o time das Laranjeiras quase abriu o placar logo aos 7min. Depois de falha de Jéfferson, Fred cabeceou e só não comemorou o gol em virtude da recuperação do goleiro.

A empolgação do Fluminense, contudo, terminou dez minutos depois. Na primeira grande oportunidade, o Botafogo abriu o marcador no Engenhão. Elkeson tabelou com Andrezinho e recebeu ótimo lançamento do meio-campista. O camisa 9 do clube alvinegro não se intimidou com a oportunidade e correu para comemorar depois de um toque com categoria sobre o goleiro da equipe adversária.

O tento anotado por Elkeson permitiu ao Botafogo explorar ainda mais as jogadas em velocidade. Aos 26min, Renato lançou Fellype Gabriel nas costas da defesa do Fluminense. Bem posicionado, o meio-campista arrematou forte e exigiu uma grande defesa de Diego Cavalieri, que conseguiu mandar o chute do botafoguense para escanteio.

O Fluminense, acuado depois do gol adversário, aos poucos voltou a se espalhar pelo gramado e controlar o ritmo de jogo. Por consequência da melhora na partida, a equipe de Abel Braga acabou presenteada aos 35min. Principal destaque do time no duelo, Wellington Nem arrancou pela direita, passou por Márcio Azevedo e cruzou na medida para Fred, de carrinho, igualar o marcador até o final da primeira etapa.

O primeiro tempo solto do clássico deste domingo no Estádio do Engenhão não se repetiu no retorno das duas equipes. Tanto Fluminense quanto Botafogo preocuparam-se em minar as principais armas do rival, tornando um confronto truncado e muito focalizado no setor de meio-campo. Consequentemente, as faltas e entradas duras apareceram mais que as boas chances das duas equipes.

Precisando da vitória para manter a liderança do Grupo A, o Botafogo criou a primeira oportunidade da etapa complementar aos 17min. O argentino Herrera chutou com precisão, mas teve a infelicidade de ver a bola tocar a trave da meta defendida por Diego Cavalieri. O clube de General Severiano seguia levando maior perigo ao gol.

Em contrapartida o adversário, que trabalhou muito as jogadas pelas laterais e a infiltração de Fellype Gabriel pelo meio, o Fluminense arriscou mais de fora da área e levou perigo a Jéfferson. Aos 21min, o goleiro precisou defender um potente chute do volante Jean. Já aos 38min, o camisa 1 se esticou para evitar que Rafael Sóbis virasse o marcador no Engenhão.