Joel: "Temos que vencer lá" 

Treinador destaca que não existe ninguém classificado no grupo do Fla na Libertadores 

Uma vitória diante do Olímpia (PAR) nesta quarta (28) deixaria o Flamengo em uma situação muito confortável na Libertadores. Todos no elenco sabiam disso, principalmente Joel Santana. Só que os três pontos não vieram e, apesar de alguns comentaristas apontarem um futuro sombrio para o Rubro-negro, o treinador do Fla não quer ficar chorando o leite derramado.

Joel Santana já está pensando no confronto com o Emelec, no Equador, na próxima quarta (04.04) e sabe que precisa pontuar. Mais que isso, precisa vencer.

"Temos que vencer lá. A equipe do Emelec talvez seja o equilíbrio desse grupo", afirmou Joel, explicando que no grupo do Flamengo não tem time garantido na próxima fase."Não tem ninguém classificado. É Libertadores. A disputa vai até o fim e temos um jogo difícil no Equador, que vai definir a nossa vida. Vamos jogar a vida lá e as coisas vão ficar equilibradas se vencermos. Nosso grupo é muito equilibrado. A não ser o Flamengo no último jogo, que bobeou (empate por 3 a 3 com o Olimpia), todas as equipes têm vencido em casa".

Comentando sobre o jogo contra o Olímpia, o técnico rubro-negro lamentou a falta de tranquilidade do time em alguns momentos. Mas também elogiou a postura, que não deixou a equipe da casa mandar no jogo."Foi questão de oportunidade. Tomamos o gol muito cedo, a partida ainda estava se definindo. Tivemos uma falha numa jogada de bola parada, de escanteio, coisa que a equipe adversária conhece muito bem. Procuramos o empate, tivemos chance no primeiro tempo, mas não foi possível. No segundo, empatamos, mas nem deu para esquentar, tomamos o segundo, depois o terceiro. O Bottinelli ainda fez o gol, mas a equipe adversária soube neutralizar nosso poder de ataque. Questão de oportunidade de jogo. Tivemos chances, não houve nenhum momento de pressão do Olimpia. Não tivemos mais tranquilidade para tentar resolver o jogo", finalizou.

Site do Fla