Em Barueri, reserva marca e garante São Paulo na ponta da Paulista

Sem poder atuar no Estádio do Morumbi, que se prepara para receber o show do roqueiro inglês Roger Waters, o São Paulo teve trabalho para vencer o Catanduvense e se manter na primeira posição do Campeonato Paulista nesta quinta-feira. Fernandinho, porém, saiu do banco de reserva, garantiu o triunfo por 2 a 0 na Arena Barueri e recolocou a equipe tricolor no topo da tabela de classificação ao final desta 16ª rodada.

Fernandinho abriu o placar aos 31min do segundo tempo e ainda participou do gol contra aos 49min. Assim, o São Paulo chegou aos 37 pontos, recuperando o posto perdido provisoriamente para o Corinthians, segundo colocado, mas com um saldo de gols menor (18 a 12). Já o Catanduvense seguiu ameaçado pela queda à Série A2: é o 16º, com 13 - apenas dois de vantagem sobre o XV de Piracicaba, que encabeça a zona de rebaixamento.

O São Paulo volta a campo no próximo domingo, às 18h30 (de Brasília), quando enfrenta o Ituano no Estádio Novelli Jr. pela 17ª rodada. Nos mesmos dia e horário, o Catanduvense recebe o Guarani no Estádio Silvio Salles.

Catanduvense se fecha e dá trabalho

O primeiro tempo foi de poucas emoções na Arena Barueri. Ainda que estivesse bem fechado atrás, o Catanduvense não se intimidou com o time são-paulino e saiu para o ataque em busca da vitória, que afastaria o clube interiorano do risco de rebaixamento à Série A2 do Paulista.

Assim, logo aos 2min de bola rolando, os visitantes assustaram Denis com um chute perigoso de Alemão, que recebeu na entrada da área e chutou cruzado, para fora. Enquanto isso, o São Paulo encontrava dificuldades para se aproximar do gol do Catanduvense e era obrigado a arriscar de fora da área. Assim, Willian José arriscou de canhota aos 6min e quase marcou, mas acabou errando o alvo.

A melhor oportunidade tricolor foi criada pelo próprio substituto de Luís Fabiano, aos 19min. Após passe de Cortez, Willian José entrou na área e tentou passar para Jadson, que chegava em boa condição para marcar. A bola passou pelo goleiro Filippi, mas Cléber se atirou na bola e cortou para escanteio.

Antes do intervalo, o Catanduvense ainda ameaçou abrir o marcador aos 34min, em uma cobrança ensaiada de falta. Nenê Bonilha arriscou de muito longe e Denis teve trabalho para fazer a defesa, precisando espalmar para escanteio.

Fernandinho sai do banco e garante vitória

O São Paulo voltou com uma alteração para o segundo tempo, com Leão colocando Fernandinho no lugar de Jadson. A substituição deixou a equipe tricolor mais incisiva ofensivamente, mas ainda assim as oportunidades criadas pouco assustavam a defesa adversária. A falta de pontaria foi a tônica nos primeiros minutos da etapa final e não deixou o treinador muito agradado.

Assim, menos de 20 minutos depois, Leão queimou as duas outras duas substituições: ele colocou o meia Maicon e o atacante Osvaldo em campo e sacou o volante Casemiro e o centroavante Willian José. Nem assim a qualidade nas finalizações melhorou, e o empate permaneceu na Arena Barueri.

O São Paulo teve uma grande oportunidade aos 25min, quando o goleiro Filippi falhou na hora de defender um chute forte de Lucas, de fora da área. O camisa 1 do Catanduvense ofereceu rebote na pequena área, mas se recuperou a tempo de dividir com Osvaldo e manter o zero no marcador.

O primeiro gol da partida só saiu aos 31min. Após cobrança de escanteio na área, Rodrigo Caio ajeitou para o meio, Fernandinho se antecipou à zaga adversária e desviou com estilo, usando o lado externo do pé para balançar a rede. Nos acréscimos, ele ganhou de seu marcador pela esquerda e colocou na área. Cléber, zagueiro do Catanduvense, tentou desviar e marcou contra, fechando o marcador.