Boca vence e cola no Fluminense na Libertadores

Em um confronto de argentinos, nesta quinta-feira, o Boca Juniors levou a melhor pela Copa Libertadores. O time bateu o Arsenal de Sarandí por 2 a 0, mesmo com um jogador a menos desde o primeiro tempo. A vitória foi fundamental para o Boca, que agora tem sete pontos e segue no segundo lugar do Grupo 4, que tem o Fluminense como líder. Já o Arsenal está com três e ficou mais distante da classificação.

O próximo jogo do Boca Juniors será fora de casa, contra o Fluminense. Mas, mesmo que perca para o time brasileiro, os argentinos poderão buscar a classificação em casa, contra o Zamora, na última rodada da fase de grupos. Portanto, o Boca deixou bem encaminhada sua classificação para o mata-mata da Libertadores.

O primeiro tempo foi uma partida equilibrada entre as equipes argentinas, mas os dois times tiveram poucas chances de gol. O grande destaque foi um lance negativo para o Boca, já que Somoza foi expulso aos 36min, após falta em Carbonero.

Mas Arsenal não soube se aproveitar disso e ainda sofreu um gol no começo do segundo tempo: Santiago Silva aplicou um drible na área e fez um belo toque de calcanhar para Riquelme. O meia finalizou, mas o chute foi defendido. Só que Ledesma apareceu no rebote e empurrou a bola para dentro do gol.

Com isso, o Boca passou a ter missão de segurar a vitória com um jogador a menos. Mas o Arsenal facilitou essa tarefa para seu adversário, pois errou muitos passes fáceis, insistiu em cruzamentos para a área e não criou chances de gol até sofrer outro gol em contra-ataque: aos 44min, Santiago Silva deixou Sánchez Miño sozinho. Ele finalizou com calma e decretou a vitória do Boca.