Espanhóis valorizam mais De la Rosa que Alonso, diz pesquisa 

Uma pesquisa da empresa Mundial Personality Media realizada com 40 mil espanhóis em dezembro e divulgada nesta quinta-feira chegou a uma conclusão que não surpreende: Fernando Alonso é o piloto mais conhecido do público do país e o que "mais tendência marca". O ferrarista bicampeão mundial, porém, não é o piloto espanhol "mais bem valorizado" pelos fãs - esse posto é ocupado por Pedro de la Rosa, que retorna à Fórmula 1 como titular nesta temporada a bordo da HRT.

A pesquisa concluiu que 97% dos entrevistados conheciam Alonso, índice superior ao do alemão Michael Schumacher (89%) e ao do inglês Lewis Hamilton (88%). Atual bicampeão mundial, o alemão Sebastian Vettel apareceu apenas na sétima posição da lista com 70%, atrás de De la Rosa (73%).

O veterano, 41 anos, ainda surpreendeu ao receber uma nota de 7,4 (o máximo era 10) do público, suficiente para colocá-lo como o piloto "mais bem valorizado" pelos espanhóis e aquele que "mais confiança gera" entre as pessoas. Na sequência aparecem o inglês Jenson Button (6,7) e Alonso (6,6). Nessa classificação, Hamilton, companheiro do atual ferrarista na McLaren em 2007, ocupa o último lugar (4,9).

De la Rosa trabalhou como piloto de testes da McLaren entre 2003 e 2009, tendo disputado nove corridas e somado um pódio pela equipe. Ele voltou a ser titular desde o início de uma temporada em 2010, com a Sauber, mas foi dispensado depois das 14 primeiras etapas da temporada. Neste ano, está na HRT.

De la Rosa é o único piloto da Fórmula 1 entre os dez esportistas mais bem valorizados pelos fãs, conforme apontou a pesquisa. O primeiro colocado é o tenista Rafael Nadal, seguido pelo jogador de basquete Pau Gasol, pivô do Los Angeles Lakers, e pelo jogador de futebol Andrés Iniesta, meia do Barcelona.

Entre os esportistas mais populares, Nadal, campeão de 10 Grand Slams e atual número dois do mundo, também vence a disputa, batendo, pela ordem, Gasol e o goleiro Iker Casillas, do Real Madrid. Alonso é o quarto dessa lista.

A sondagem também confirmou a popularidade da F1 na Espanha, visto que 59% dos entrevistados contaram acompanhar a categoria com assiduidade. O índice foi inferior apenas ao do futebol (64%) entre todos os esportes e superou o tênis (53%), o basquete (45%) e o motociclismo (43%).

A elite do automobilismo mundial ganhou força no país graças a Alonso, 30 anos, que em 2003 se tornou o primeiro piloto espanhol a subir ao pódio na categoria em toda a história. Ele soma ainda dois títulos mundiais: em 2005 e 2006, ambos pela Renault.