Damião dá show, Inter faz 5 no The Strongest e lidera grupo

O atacante Leandro Damião comandou a recuperação do Internacional na Copa Libertadores da América. Com três gols do inspirado centroavante, o clube comandado por Dorival Júnior goleou, na noite desta terça-feira, o frágil The Strongest pelo placar de 5 a 0, em confronto realizado no Estádio Beira-Rio, e reencontrou as vitórias, após ser superado pelo Santos na Vila Belmiro. De quebra, por conta da vantagem conquistada, o time colorado assumiu a liderança do Grupo 1 do torneio.

O segundo resultado positivo na Libertadores, ambos conquistados em Porto Alegre, deixou o Internacional em ótima posição na briga pelas duas vagas às oitavas de final da competição sul-americana. Com a vantagem adquirida na capital gaúcha, o time colorado chegou aos seis pontos e se igualou ao time boliviano, mas assumiu a primeira posição em virtude do saldo de gols (cinco contra três negativos).

A equipe comandada por Dorival Júnior construiu a tranquila vitória desta terça-feira com menos de dez minutos. Posicionado de forma ofensiva e agressiva, o time colorado abriu o placar logo aos 4min, quando Dagoberto recebeu lançamento de Oscar e abriu o marcador. A pressão continuou, e Leandro Damião, aos 7min, de cabeça, ampliou o placar, diminuindo o ímpeto do clube colorado até o final da etapa.

Maior artilheiro do Internacional na história da Copa Libertadores, Leandro Damião provou ser um jogador totalmente adaptado ao torneio sul-americano. Aos 11min do segundo tempo, o camisa 9 aproveitou rebote do goleiro Daniel Vaca para marcar o terceiro. O centroavante, inspirado, também anotou o terceiro. Aos 28min, depois de ótimo passe de Oscar, o jogador tocou na saída do goleiro e promoveu a goleada. Jô marcou o quinto e encerrou o massacre.

Embalado pela tranquila vitória desta terça-feira, o Internacional terá pela frente novamente o The Strongest pela próxima rodada da competição, em confronto que poderá aproximar o vencedor da classificação às oitavas de final. O clube colorado encarará o rival, no Estádio Hernando Silles, na altitude de La Paz, na quarta-feira, dia 21, a partir das 19h45 (de Brasília).

Inter faz dois gols em dez minutos e praticamente decide jogo

O Internacional iniciou a partida de maneira poderosa e eficiente. Contando com o apoio do torcedor no Estádio Beira-Rio, o clube colorado exerceu uma forte pressão sobre a defesa boliviana, e conseguiu rapidamente abrir o marcador. Logo aos 4min, Oscar descolou um lindo lançamento para Dagoberto, que teve o trabalho de apenas finalizar para o gol rival para promover a primeira festa da torcida vermelha.

O público presente no terceiro jogo do Internacional na Copa Libertadores não demorou muito tempo para comemorar novamente. Aos 7min, Dátolo recebeu a bola pela direita e cruzou na medida para Leandro Damião. O centroavante do time colorado venceu a disputa pelo alto com a defesa adversária e ampliou o marcador em Porto Alegre.

A vantagem confortável com menos de dez minutos de jogo derrubou o ímpeto do Internacional durante o restante da primeira etapa. A equipe do técnico Dorival Júnior diminuiu o ritmo e amenizou a pressão sobre a defesa boliviana. A equipe brasileira, eficiente na troca de passes durante o começo do encontro, passou a errar muitos lançamentos, permitindo a linha de impedimento armada pelo The Strongest.

Mesmo com a desvantagem de dois gols, o clube boliviano não abdicou do sistema extremamente defensivo durante a primeira etapa. Os visitantes se limitaram a apenas segurar a equipe brasileira, evitando um placar ainda mais elástico. O The Strongest acabou "ajudado" pelo Internacional, que diminuiu a velocidade no setor ofensivo e facilitou o trabalho dos rivais.

Inter mantém ritmo e transforma vitória em goleada

A queda de rendimento durante a metade final da primeira etapa não deixou o técnico Dorival Júnior insatisfeito. Tanto que o clube colorado retornou mais ativo dos vestiários, e não demorou a novamente furar o frágil bloqueio boliviano. Logo aos 11min, Dátolo lançou Leandro Damião, que invadiu a área e chutou na direção do goleiro Vaca. Para sorte do centroavante brasileiro, a bola sobrou na medida para ele tocar para as redes, marcando o quarto tento na Libertadores.

A larga diferença no marcador encerrou qualquer esperança de reação por parte do The Strongest. Limitado tecnicamente, o time boliviano mal conseguiu ultrapassar o meio-campo, sendo neutralizado pela boa marcação dos volantes Tinga e Guiñazu, que também atuavam municiando o setor ofensivo.

O Internacional, ao contrário da etapa inicial, manteve-se no campo ofensivo, e acabou premiado pelo ritmo. Aos 28min, Oscar, um dos grandes destaques da goleada, deixou Leandro Damião em ótimas condições para marcar. O centroavante, inspirado, tocou na saída do goleiro e transformou o simples triunfo em goleada.

A tranquilidade adquirida em virtude do largo placar permitiu ao técnico Dorival Júnior poupar jogadores como Leandro Damião, Tinga e Dátolo. Contudo, mesmo sem a presença de três dos destaques da partida, o Internacional anotou o quinto. Aos 37min, Dagoberto descolou bom lançamento e achou Jô dentro da área. O centroavante, que substituiu Damião no jogo, finalizou firme e fechou o marcador.

FICHA TÉCNICA

INTERNACIONAL 5 x 0 THE STRONGEST

Gols:

INTERNACIONAL: Dagoberto, aos 4min do 1º tempo; Leandro Damião, aos 7min do 1º tempo, aos 11min do 2º tempo e aos 28min do 2º tempo; e Jô, aos 37min do 2º tempo

INTERNACIONAL: Muriel; Nei, Índio, Rodrigo Moledo e Kléber; Guiñazu, Tinga (Bolatti), Oscar e Dátolo (Gilberto); Dagoberto e Leandro Damião (Jô). Técnico: Dorival Júnior.

THE STRONGEST: Daniel Vaca; Enrique Parada (Marcos Paz), Dello Ojeda, Luís Méndes e Jair Torrico; Matias Marchezini, Sacha Lima (Nelvin Soliz), Alejandro Chumacero, Pablo Escobar e Ernesto Cristaldo; Sebastián González (Luis Melgar) Técnico: Mauricio Soria.

Cartões Amarelos 

INTERNACIONAL: Kléber 

THE STRONGEST: Enrique Parada e Luís Mendéz

Árbitro Antonio Arias (Paraguai)

Local Estádio do Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)