Forte chuva atrapalha, e organização adia final do Rio Vert Jam

A forte chuva que cai na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio, adiou a final do Rio Vert Jam, mundial da modalidade skate vertical. Apesar da tenda que protege parcialmente a rampa, o vento fez com que a água alagasse alguns pontos da pista, tornando a prática do esporte inviável.

A organização avalia se a final poderá ser realizada ainda hoje. Segue chovendo forte na área do evento.

A organização ainda tentou secar a pista usando rodos e panos, mas a chuva não cessou, frustrando o público estimado em 100 pessoas que está na Praça do Ó, na Barra, para acompanhar a competição. Os atletas se reuniram com os organizadores, e concluíram que não havia segurança para que as manobras fossem feitas.

"Infelizmente a chuva não deu trégua. Estávamos todos animados para essa final", disse o skatista brasileiro Bob Burniquist, que teve a melhor mota nas semifinais realizadas ontem. Paul-Luc Ronchetti ocupou a segunda posição, e Andy McDonald terminou em terceiro. Os brasileiros Pedro Barros, Sandro Dias e Dan Cézar classificaram-se, respectivamente, na quarta, sexta e sétima posições.

A final seria disputada por oito skatistas, dos quais cinco brasileiros. Entre eles estão Burniquist, o hexacampeão mundial Sandro Dias, o Mineirinho, e o atual bicampeão do Rio Vert Jam, Marcelo Bastos.