Vasco vence Olaria, se recupera e embala para Libertadores

Jogando fora de casa e ainda pressionado após a derrota para o Fluminense na final da Taça Guanabara e a estreia com empate na Taça Rio, o Vasco da Gama ganhou tranquilidade. Na tarde deste sábado, o time venceu por 2 a 0 com direito a gol do atacante Éder Luis, de volta após quatro meses se recuperando de lesão, e embalou para o próximo compromisso pela Copa Libertadores.

Assim, o Vasco chega a quatro pontos na classificação, já na briga pela liderança do Grupo B. A equipe volta a jogar pela competição no sábado, às 16h (de Brasília), contra o Madureira, em São Januário. Antes, a equipe volta a jogar pela Copa Libertadores: na terça-feira, recebe o Alianza Lima, do Peru, às 21h45.

O Olaria, por sua vez, segue com apenas um ponto, no Grupo A. A equipe joga no próximo domingo, às 16h, contra o Americano. O time chegou a pressionar o Vasco e deixou o gramado reclamando de um gol anulado, mas não evitou a derrota. Carlos Tenório e Éder Luis marcaram os gols do time cruzmaltino.

O jogo

O Vasco abriu o placar logo aos 11min, após boa troca de passes. O ataque fez a bola girar na intermediária até chegar aos pés de Felipe, que com um passe rasteiro encontrou Tenório em posição legal após a linha de zaga. O jogador dominou e bateu rasteiro na saída do goleiro Wanderson. Pouco depois, Éder Luis perdeu boa oportunidade ao invadir a área e bater em cima do arqueiro.

O Olaria melhorou aos 17min, quando Juninho arriscou de fora da área e obrigou Fernando Prass fazer grande defesa. No lance seguinte, em novo chute venenoso, o jogador quase colocou a bola no canto, mas o goleiro do Vasco novamente conseguiu alcançar a bola. Aos 25min, o time cruzmaltino ganhou mais tranquilidade com um golaço de Éder Luís, que fez sua volta após 105 dias se recuperando de lesão no pé.

Diego Rosa recebeu na esquerda da área e cruzou rasteiro para o atacante, que em vez de bater na saída do goleiro, deu um toque na direção oposta, driblou com categoria para completar para o gol vazio. No segundo tempo, a partida esfriou, embora o Olaria tenha tentado em vão pressionar o Vasco em busca do empate. Os chutes de longe continuaram assustando Fernando Prass.

A polêmica da partida foi registrada aos 6min, quando um bate-rebate dentro da área vascaína culminou com gol do Olaria e um impedimento anotado pela arbitragem. A bola acertou a trave e foi defendida por Fernando Prass três vezes antes de finalmente cruzar a linha, mas o assistente já levantava a bandeira alegando irregularidade. Os jogadores ficaram na bronca por perder a chance de uma reação.

A partida ainda contou com uma má notícia para os vascaínos: Tenório rompeu o tendão de Aquiles, passará por cirurgia e precisará de cinco a seis meses para se recuperar.