Vágner Mancini vê Cruzeiro mais preparado para Copa do Brasil

Falta uma semana para a estréia do Cruzeiro na Copa do Brasil, torneio que a equipe não disputa desde 2007. A equipe mineira vai até o Acre para enfrentar o Rio Branco no próximo dia 7, às 22h (de Brasília), na Arena da Floresta. O tempo fora da competição traz ansiedade aos jogadores e comissão técnica.

Mesmo com o time em formação, o técnico Vágner Mancini vê o grupo de jogadores do Cruzeiro com características para a disputa de torneios mata-mata, como a Copa do Brasil.

"Nosso elenco, a formação está muito mais voltada à Copa do Brasil do que sequência de jogos, como Estadual e Brasileiro. Estou ansioso para nossa equipe disputar. Sei a força dessa camisa. Em cima disso, nós temos que fazer com que, emocionalmente, os atletas entendam esse peso e ele tem de ser favorável à gente, e o nosso adversário tem de sentir o peso da equipe que é tetra e vai buscar o penta", explica.

Ao lado do Grêmio, o Cruzeiro é o recordista de titulos da Copa do Brasil com quatro conquistas (1993, 1996, 2000 e 2003). Como treinador, Vágner Mancini levantou o troféu da competição em 2005, quando dirigia o Paulista de Jundiaí.

"Numa Copa do Brasil, você tem um sistema de disputa diferente. Você tem de ter um grupo com mais decisão para aquele jogo. Se você entra em um jogo de 180 minutos, qualquer erro é fatal. Em termos de concentração, o atleta tem de ser voltado para isso e enxergo isso no nosso elenco", acrescenta o treinador.

Porém, antes da estréia na Copa do Brasil, o Cruzeiro volta a campo no próximo sábado, às 16h (Brasília), contra o América de Teófilo Otoni, em Sete Lagoas, em jogo válido pela quinta rodada do Campeonato Mineiro.