Ronaldinho perde pênalti, mas Fla vence na reestreia de Joel 

O Flamengo não convenceu, mas venceu na reestreia do seu novo e já conhecido técnico, Joel Santana. Em um jogo de poucas emoções e algumas vaias no Engenhão, o time bateu o Madureira por 1 a 0, apesar de Ronaldinho ter desperdiçado uma cobrança de pênalti no final do segundo tempo.

Com essa vitória simples, o Flamengo reassumiu o terceiro lugar no Grupo A do Campeonato Carioca. O time da Gávea tem os mesmo nove pontos de Resende e Botafogo, mas perde nos critérios de desempate.

O Flamengo exibiu grande parte dos seus problemas durante o primeiro tempo e mostrou que Joel Santana terá trabalho para arrumar o time. Com um ataque lento, criou poucas oportunidades de gol. E o meio-campo deixou muito espaço para o Madureira, que chegou a assustar em alguns momentos. Mas o placar ficou 0 a 0 até o intervalo.

O segundo tempo, porém, teve gol logo no ínício. Mas foi um acidente, já que Thiago Medeiros marcou contra. Depois disso, apesar do calor no Rio de Janeiro, a partida ficou morna. O juiz ainda marcou um pênalti para o Flamengo, mas Ronaldinho mandou a bola por cima do gol.

Agora o Flamengo vai se preparar para enfrentar o Nova Iguaçu, neste domingo, também pelo Campeonato Carioca, às 17hs (de Brasília). Já o Madureira enfrentará o Resende no mesmo dia e horário.

O jogo 

Com dificuldades no começo do jogo, o Flamengo demorou para chutar para o gol do Madureira. Ronaldinho e Renato tentaram isso só a partir dos 10min, mas mandaram para longe. Já Rodrigo, do Madureira, pelo menos deu trabalho para o goleiro Felipe, em arremate de longa distância.

A primeira jogada mais trabalhada só saiu aos 25min, quando Léo Moura conseguiu uma boa enfiada de bola para Botinelli, que chegou prensado para finalizar e mandou a bola para fora. Depois disso, o Madureira chegou a pressionar o Flamengo. Aos 38min, Bill chutou cruzado de dentro na área, mas Felipe se esticou e defendeu. Ainda houve tempo para que Deivid arriscasse uma bicicleta, mas o chute foi para fora.

A segunda etapa começou quase tão morna quanto a primeira, mas um lance de sorte deu o primeiro gol para o Flamengo: aos 7min, Renato Abreu fez cruzamento pela esquerda e Thiago Medeiros, do Madureira, tentou afastar a bola, mas mandou para dentro do próprio gol

Por causa do calor no Rio de Janeiro o juiz resolveu fazer uma pausa para hidratação aos 20min do segundo tempo. Joel Santana teve a oportunidade de dar novas orientações para seu time, que mesmo assim não melhorou em campo.

A partida só voltou ter emoção quando Léo Moura tentou jogada individual aos 33min e caiu na área. O juiz marcou pênalti, Ronaldinho foi para a cobrança, mas chutou a bola para longe, por cima do gol, para desespero de Joel. O técnico sofreu até o final, mas comemorou a vitória.