Empresário vê Massa "faminto": será muito diferente de 2011

O mundo da Fórmula 1 verá em 2012 um Felipe Massa "muito diferente" de 2011. A previsão é do empresário do piloto, Nicolas Todt, que vê seu cliente "confiante" e "faminto por resultados" próximo de iniciar a décima temporada na categoria - o brasileiro, 30 anos, estreou pela Sauber em 2002 e é titular da Ferrari desde 2006.

Nicolas, que é filho do francês Jean Todt, chefe-executivo da Ferrari entre 2004 e 2008 e atual presidente da Federação Internacional de Automobilismo (FIA), concedeu entrevista à revista italiana Autosprint focada em Massa.

Ele analisa que a última temporada do brasileiro foi "muito decepcionante" e que o piloto é "o primeiro a admitir isso" - com 118 pontos conquistados, o paulista foi o sexto colocado do Mundial, contra 257 pontos de seu companheiro de equipe, o espanhol Fernando Alonso, que terminou em quarto.

Segundo o empresário, Massa encerrou o ano "muito consciente de que era necessária uma volta por cima". Nicolas Todt diz que conversou "muito" com o corredor, com os engenheiros e com o chefe da Ferrari, Stefano Domenicali, "para analisar tudo o que poderia ser melhorado".

Em pouco tempo o agente aponta já ter visto resultados e "nas primeiras semanas de 2012" indica ter encontrado "um Felipe confiante de novo, com uma abordagem vigorosa que mostra a sua fome por resultados".

Por fim, Nicolas Todt admite que precisa confirmar essa impressão "na pista", mas se sente confortável para afirmar que todos verão "um Massa muito diferente comparado ao de 2011".

O brasileiro não vence uma corrida na F1 desde o Grande Prêmio do Brasil de 2008, ano no qual foi vice-campeão mundial. Ele foi o responsável por estrear o F2012, novo carro da Ferrari, nesta terça-feira, quando foi o nono mais rápido do primeiro dia de testes da pré-temporada no circuito espanhol de Jerez de la Frontera.