Decisivo, Eli Manning é eleito MVP e entra para história da NFL 

Decisivo para a quarta conquista de Super Bowl do New York Giants, o quarterback Eli Manning acabou reconhecido depois da vitória da franquia nova-iorquina sobre o New England Patriots por 21 a 17 e o título da temporada. Depois do confronto disputado no Lucas Oil Stadium, o camisa 10 venceu o prêmio de MVP (jogador mais valioso, em inglês) da decisão da National Football League (NFL).

A honraria conquistada faz Eli Manning entrar para o seleto grupo de atletas que conquistaram por mais de uma vez o status de melhor jogador da decisão do futebol americano. A primeira vez na qual o camisa 10 dos Giants recebeu o troféu foi em 2008, quando o time de Nova York venceu justamente o New England Patriots, de Tom Brady, na final.

Somado a Eli Manning, outros quatro jogadores - todos quarterbacks - venceram por mais de uma vez o prêmio de destaque da final. O primeiro a conseguir a façanha foi Bart Starr, comandante do bicampeonado do Green Bay Packers em 1967 e 1968 (primeiras edições da decião). Somente em 1980, o feito voltou a se repetir, com Terry Bradshaw, do Pittsburgh Steelers, que havia vencido também em 1979 a honaria.

Líder deste grupo, Joe Montana segue como o único três vezes dono do prêmio de MVP das finais. O quarterback do San Francisco 49ers ganhou o título nos anos de 1982, 1985 e 1990. O último atleta, antes de Eli, a obter o feito foi justamente Tom Brady (2002 e 2004), rival derrotado neste domingo pelo camisa 10 nova-iorquino.

A vitória emocionante deste domingo, conquistada apenas nos minutos finais, confirmou a "freguesia" recente, acima de Brady, dos Patriots em decisões contra os Giants. Extremo favorito no confronto final de 2008, o time de New England, que chegou à decisão invicto após 18 jogos, sofreu uma improvável virada dos nova-iorquinos, comandados por um então "irmão mais novo de Peyton Manning", Eli.

Quatro anos depois, o camisa 10 neste domingo confirmou a fama de implacável nos instantes decisivos e comandou a virada dos Giants na noite deste domingo. Eli Manning acertou 30 lançamentos, de 40 tentados, e levou o time para 296 jardas no campo de jogo.

O quarterback comandou, em nove jogadas, um avanço de 88 jardas, responsável por deixar os Giants perto da linha de fim de campo, quando o relógio apontava menos de um minuto para o final - o avanço proporcionado por Manning acabou concretizado em um touchdown por Ahmad Bradshaw, responsável pela última conversão do jogo.