Condit passa por provocações, vence Diaz e frustra St. Pierre

O dono do cinturão interino da categoria dos pesos meio-médios do Ultimate Fighting Championship é Carlos Condit. Na madrugada deste domingo, no UFC 143, disputado no Mandalay Bay Center, em Las Vegas, o "Natural Born Killer" ouviu provocações, foi desrespeitado, mas venceu por decisão unânime dos juízes (48/47, 49/46 e 49/46) o polêmico Nick Diaz, frustrando o campeão Georges St. Pierre, que gostaria de enfrentar o perdedor desta noite pelo título definitivo.

A vitória de Carlos Condit não recebeu a aprovação total do público presente em Las Vegas. Parte das pessoas presentes vaiou, e Nick Diaz teve uma reação pouco vista em outros combates. Enquanto Carlos Condit era entrevistado, o lutador californiano fez sinais para a câmera de desaprovação, visivelmente revoltado com a decisão da arbitragem favorável ao adversário.

Favorito de Georges St. Pierre para desafiar o campeão canadense, Nick Diaz controlou o octógono durante o primeiro round. O polêmico lutador permaneceu durante a maior parte da parcial perseguindo e encurralando Condit, que manteve-se preso ao plano de luta e ignorou as provocações do rival - Diaz baixou a guarda, falou durante o combate e cruzou os braços durante os cinco minutos iniciais.

As provocações de Nick Diaz seguiram durante a parcial seguinte. Considerado um dos atletas mais polêmicos da organização, o lutador californiano tentou até dar um tapa no rosto de Condit, que se manteve focado no combate. Apesar de alheio às hostilidades, o "Natural Born Killer" não pressionou e permitiu ao rival novamente controlar a parcial.

Teoricamente em desvantagem, Carlos Condit mudou a postura para o terceiro round. Novamente ouvindo provocações e testemunhando um enorme desprezo por parte de Diaz, o lutador do Novo México conseguiu encaixar combinações e pressionar o adversário pela primeira vez no main-event deste sábado em Las Vegas.

Condit manteve a postura cautelosa, mas efetiva, durante o quarto round do combate. Diaz, por outro lado, amenizou a quantidade de provocações e procurou novamente impor a maior qualidade no boxe. O combate, entretanto, tornou-se mais morno, com apenas o "Natural Born Killer" procurando encaixar combinações e ameaçar o rival.

No último round, Diaz voltou a focar no combate e conseguiu uma queda importante. O lutador californiano buscou finalizar a luta com uma kimura e um mata-leão. Entretanto, Condit mostrou boa defesa e conseguiu evitar um desastre no final, conquistando o combate depois da decisão dos árbitros, não aprovada por parte do público.