Bernardinho crê em recuperação de lesionado Giba para Olimpíada

A lesão na canela esquerda não se solucionou facilmente, e o ponteiro Giba precisará passar por cirurgia no próximo dia 13 de fevereiro. O tratamento vai afastar o jogador da Cimed/Sky por dois meses das quadras, fazendo com que perca toda a fase regular da Superliga masculina e deixando a presença nos playoffs como uma incógnita.

A preocupação, porém, vai também para a temporada com a Seleção Brasileira. Capitão da equipe treinada por Bernardinho, Giba mira estar com condições de disputar a Liga Mundial, que ocorre a partir de maio, e principalmente de jogar a Olimpíada de Londres em alto nível. O técnico do Brasil crê em sua participação plena.

"Precisamos entender a importância dessa cirurgia agora em função da sua recuperação a tempo de disputar os Jogos Olímpicos. O Giba é um jogador fundamental para a equipe e confiamos que ele estará, sim, recuperado e bem até Londres", disse Bernardinho ao site da Confederação Brasileira de Vôlei.

Giba se contundiu durante o Sul-Americano, em 2011, e o problema se agravou na disputa da Copa do Mundo, pela Seleção Brasileira. Durante o torneio do Japão, que contou com 11 jogos em 14 dias, o ponteiro precisou ser titular devido a uma lesão sofrida por Dante na estreia. O capitão do Brasil usou uma proteção na canela durante a competição, e na época admitiu que sentia dores.