Substituto de Luis Fabiano encerra jejum de quase 1 ano e extravasa

Sem marcar há 11 meses e duas semanas, Willian José justificou a confiança de Emerson Leão em substituir Luís Fabiano e quebrou seu jejum pessoal nesta quinta-feira, contra o Guarani, no Morumbi. Autor do único gol do São no empate por 1 a 1, o tímido atacante teve comemoração exaltada e, após o apito final, explicou.

"É uma felicidade muito grande fazer um gol. Então, temos de extravasar mesmo. Fazia um bom tempo que eu não marcava e foi o meu primeiro como titular", lembrou Willian. Ele havia marcado pela primeira vez na estreia com o São Paulo, em 19 de fevereiro, contra o Bragantino. Agora, são 24 jogos e dois gols.

Leão, que é declaradamente um admirador de Willian, elogiou a disposição na jogada do único gol são-paulino contra o Guarani. "O Willian José acabou fazendo o gol e em uma sequência dele próprio. Ele subiu de cabeça e foi no rebote. Foi interessante e esperamos isso do atacante", analisou o treinador.

O treinador ainda explicou a razão para substituí-lo na segunda etapa, aos 13min. "Ele caiu no chão, levou a mão na coxa depois de uma pancada. Não me falou nada, mas achei que precisava lançar mão dos garotos por mais velocidade e o fiz", disse Leão. Rafinha e Ademílson, de 21 e 17 anos respectivamente, atuaram na segunda etapa e imprimiram ritmo mais veloz à partida.