Patrícia ironiza boatos sobre Luxemburgo: "tentaram derrubar a gente"

A vitória do Flamengo sobre o Real Potosí por 2 a 0, nesta quarta-feira, serviu para que o time rubro-negro garantisse vaga na fase de grupos da Copa Libertadores da América 2012. Ao mesmo tempo, esfriou a pressão sobre o técnico Vanderlei Luxemburgo, que estava ameaçado de perder o emprego antes do duelo. Joel Santana, atualmente no Bahia, era dado como nome certo para o posto.

A presidente Patrícia Amorim, porém, alfinetou a imprensa que noticiou a "demissão" de Luxemburgo horas antes de a bola rolar. "Tentaram, mas não conseguiram derrubar a gente com notícias ruins", disse a mandatária rubro-negra na saída do campo, agradecendo os repórteres em tom irônico.

A dirigente deixou o gramado demonstrando chateação com as notícias envolvendo a troca de treinador no clube. Antes do início do jogo contra o Real Potosí, torcedores se mostraram favoráveis a uma demissão de Vanderlei Luxemburgo, que deve ser mantido. No fim de semana, a própria Patrícia avisou que o cargo do técnico dependia do resultado desta quarta.

Com a classificação para a fase de grupos, o Flamengo avança para a chave que contém Olímpia (Paraguai), Emelec (Equador) e Lanús (Argentina). A estreia no Grupo 2 acontecerá justamente diante dos argentinos, fora de casa, no dia 15.