Marcelinho Carioca lembra polêmicas e detona Luxemburgo: "só ele está certo"

O ex-jogador Marcelinho Carioca resolveu desabafar nesta quinta-feira sobre a iminente demissão de Vanderlei Luxemburgo no Flamengo. Desafeto antigo do treinador, o ídolo do Corinthians recordou uma série de outras polêmicas na qual o atual comandante rubro-negro se envolveu e ainda fez comentários com ironia.

"Eu estava errado? Brigou com Edmundo, Marcelinho Carioca, Romário, Neymar, Ronaldinho, Edílson, Vampeta", listou Marcelinho, ao longo de uma série de desabafos publicados em sua conta no Twitter. "Quando a briga é com um só a gente não acredita, com dois a gente duvida. E com vários?", questionou.

Antigos parceiros no Corinthians, Marcelinho e Luxemburgo trabalharam juntos também na Seleção Brasileira. Foi do ex-camisa 7 o primeiro gol verde-amarelo sob o comando do treinador, cobrando falta em amistoso contra a extinta Iugoslávia em 1998. Mais tarde, em 2001, os dois brigaram quando atuavam no Parque São Jorge e nunca mais voltaram a se entender.

Ao longo da última década, Marcelinho e Luxemburgo chegaram até a discutir ao vivo em um programa de televisão, em 2007. Na ocasião, o treinador chamou o então jogador de "safado" e "moleque" repetidas vezes, palavras que lhe renderam um processo e a obrigação de indenizar o desafeto em R$ 76 mil.

Em 2009, contudo, Marcelinho até esboçou fazer as pazes com Luxemburgo, mas que acabou não dando certo. E o ex-meio-campista seguiu criticando o técnico hoje no Flamengo. "Edmundo, Romário, Leonardo, Ronaldinho e muitos. Só o Luxa está certo", repetiu. "Tem mais ainda: Edilson, Romário, Leonardo... barrou Neymar e Vampeta, fora os Galácticos", acrescentou, citando a fracassada passagem do comandante brasileiro pelo Real Madrid, da Espanha.

Luxemburgo, que atualmente teria rusgas com Ronaldinho no Flamengo, pode ser demitido em breve da equipe rubro-negra. Apesar de o clube afirmar que nada no departamento de futebol foi alterado, os boatos dão conta de que Joel Santana estaria próximo de ser oficializado como novo treinador na Gávea.