Leão confirma Jadson titular e espera São Paulo mais ofensivo

Digno de investimento de 4 milhões de euros por seu futebol, o meia Jadson estreia oficialmente e como titular pelo São Paulo no próximo domingo contra a Ponte Preta, em Campinas. Depois de excluí-lo da lista de relacionados para o duelo com o Guarani e dizer que esperava evolução física, o treinador Emerson Leão confirmou a presença do jogador na primeira equipe para a rodada do fim de semana.

"Nossa intenção é que ele saia jogando, sim. Ele entra com a ideia de o time ser mais ofensivo também, pela possibilidade de infiltração pelos lados, bater de meia distância, uma boa falta e, enfim, que ocupe o espaço que estamos precisando", analisou Leão sobre o dono da camisa 10 em 2012.

Apesar de exaltar a chance de contar com Jadson, Leão também fez muitos elogios aos outros dois jogadores da posição que atuaram no empate contra o Guarani: Cícero, que iniciou a partida como armador, e Maicon, que assumiu a função na segunda etapa no lugar de Casemiro, melhorou o time e acertou a trave.

"O Maicon joga mais como uma coordenação por trás do meia. Se ele se acostumasse a marcar um pouco, poderia jogar até de segundo volante. Ele tem técnica, só não tem resistência ainda. Você entra no vestiário, ele jogou 30 minutos e está com a roupa toda molhada de suor", disse em tom elogioso. "O Cícero foi muito bem hoje. Eu tinha certeza que ele podia jogar ali (como volante no segundo tempo) e ele dominou, anulou o Fumagalli e ainda chutou no gol", explicou.

A tendência é que Leão tire Cícero da equipe para promover a estreia de Jadson entre os titulares - outra alternativa seria a saída de Fernandinho, o que empurraria Cícero para o lado esquerdo. No time ideal de Leão, entretanto, também há lugar para Fabrício. Em fase final de recuperação no tornozelo, ele ainda não treinou com bola e não tem previsão de estreia.