De "luto", Fifa envia carta e pede relatório da tragédia em estádio egípcio 

O presidente da Fifa, Joseph Blatter, escreveu uma carta manifestando as condolências da entidade pela tragédia que deixou pelo menos 74 mortos no Egito. O suíço já havia falado em "dia negro para o futebol" na noite de quarta-feira, logo após a batalha campal ocorrida no Estádio de Port Said, no norte do país africano, após a vitória por 3 a 1 do Al-Masry sobre o Al-Ahly.

Nesta quinta, a Fifa emitiu um comunicado à imprensa em que se diz "profundamente triste pelos trágicos incidentes". A entidade informou que está "de luto" e que seus pensamentos "estão com as famílias daqueles que perderam suas vidas".

O órgão ainda ressaltou ter pedido às autoridades egípcias um "relatório completo" sobre o ocorrido "com o objetivo de avaliar o que aconteceu". A Fifa ainda citou ter estabelecido um regulamento bastante severo quanto à segurança nos estádios que pode "servir como guia para competições e partidas não organizadas" pela entidade - caso do jogo entre Al-Masry e Al-Ahly, válido pelo Campeonato Egípcio de futebol.

Por fim, Blatter escreveu uma carta ao presidente da Associação Egípcia de Futebol (EFA), Samir Zaher, oferecendo "total apoio com qualquer ajuda que seja necessária relacionava à esta tragédia".

Veja a íntegra da carta escrita por Joseph Blatter

"Caro presidente, caro amigo Samir Eu gostaria de me juntar a seu país e à família do futebol no luto pela morte de dúzias de fãs de futebol egípcios e outros na partida de ontem à noite em Port Said. Meus pensamentos estão com as famílias daqueles que perderam a vida ontem à noite e eu entendo completamente o choque e a ira do país que um desastre assim possa ter acontecido. 

Hoje é um dia negro para o futebol e nós devemos tomar ações para assegurar que uma catástrofe desse tamanho nunca aconteça de novo. O futebol é uma força para o bem, e não devemos permitir que ele seja maltratado por aqueles que queiram o mal. Como foi discutido por telefone esta manhã, eu espero mais informações de você a respeito das circunstâncias da tragédia. Como sempre, a Fifa se posiciona a seu lado neste momento difícil e está pronta para lhe fornecer todo o apoio de que você pode precisar. 

Atenciosamente, Joseph Blatter"