Circuito Brasileiro de Bodyboarding começa hoje no RJ

O Circuito Brasileiro de Bodyboarding começa hoje no Rio e segue até domingo com competições em cinco categorias: Pro Trials, Super Top, Pro Girls, Open Masculino e Sub-16. Para a primeira etapa, que acontece no Farol de São Thomé, em Campos (RJ), haverá a premiação recorde de R$ 35 mil para os vencedores, além da distribuição de mil pontos no ranking nacional.

Estão inscritos 160 competidores profissionais e amadores - número máximo para a etapa -, entre homens e mulheres. Neste ano, a categoria profissional para homens teve mudanças, sendo proibida a participação dos amadores. Já a categoria profissional feminino ainda aceita amadoras. 

A elite masculina, formada por 16 atletas, disputa o título do Super Top 16.Os atuais campeões nacionais nas categorias masculino e feminino, respectivamente, Eder Luciano e Isabela Sousa, defendem o título no esporte em que o praticante desce uma onda deitado ou de joelhos em uma prancha menor que a de surfe. Apesar do favoritismo, só a habilidade nas ondas pode garantir o sucesso neste ano. 

"O evento reúne grandes competidores nacionais, por isso as posições mudam em toda etapa", afirma Edmar Rezende, presidente da Confederação Brasileira de Bodyboarding (CBRASB). Apesar dos olhos estarem nos atletas de elite, há sempre espaço para mais um. "Todos os anos um novato se destaca", garante Edmar.