Tênis: Próximo rival de Feijão no Chile, ex-top 10 admite: "não o conheço"

Dono de três medalhas olímpicas na carreira e ex-quinto colocado do ranking da ATP, o chileno Fernando González voltou ao circuito nesta noite de terça-feira com vitória na estreia do ATP 250 de Viña del Mar, em seu país de origem. O veterano, que passou quase seis meses afastado do circuito e despencou na lista dos melhores, se classificou para encarar o brasileiro João Olavo Souza, o Feijão, nas oitavas de final do torneio. E admitiu: não sabe quase nada sobre o paulista de Mogi Mirim, 23 anos, número 108 do mundo.

Em entrevista ao jornal Nación, González, 31 anos, foi sincero ao falar sobre seu adversário. Ele disse que não conhece muito Feijão, mas foi atrás de informações sobre o brasileiros e descobriu um dado que o preocupou: João Souza é treinado por Ricardo Acioly. "Ele é da minha geração, e isso é perigoso. O Ricardo me conhece muito", confessou.

González, que atualmente aparece na modestíssima colocação 290 do ranking da ATP, desapareceu dos holofotes do tênis mundial no final de 2010, quando sofreu uma contusão no quadril durante a disputa da Copa Davis. Ele precisou se afastar para passar por uma cirurgia e até tentou retornar no ano passado, mas não obteve muito destaque - exceto por Wimbledon, quando alcançou a terceira rodada.

González, que recebeu um convite para atuar no ATP chileno, não vencia uma partida justamente desde o Aberto da Inglaterra do ano passado, no final de junho. Depois de sete meses sem triunfar, nesta terça ele superou o espanhol Pere Riba por duplo 6/4.

Agora, González se deparará com Feijão, brasileiro número 108 do mundo, que na estreia eliminou o italiano Filippo Volandri, oitavo cabeça de chave. O tenista paulista conseguiu a vitória de virada, por 2 sets a 1, parciais de 2/6, 7/5 e 7/6 (7-5).