Barrichello quer correr as 500 Milhas de Indianápolis

O piloto brasileiro Rubens Barrichello, que ficou sem carro na Fórmula 1 após perder seu lugar na Williams para seu compatriota Bruno Senna, anunciou nesta quarta-feira que pretende participar da mítica corrida das 500 milhas de Indianápolis, no próximo dia 27 de maio.

"É uma oportunidade que se apresenta, poderia correr em circuitos como Indianápolis e estou feliz por ainda conseguir ser rápido aos 39 anos", declarou Rubinho no site oficial do evento.

O piloto, que pode mudar de categoria após ter passado 19 temporadas na Fórmula 1, fez testes no circuito de Sebring, na Flórida, onde dirigiu um Dallara da equipe KV Racing Technology.

Durante dois dias, ele treinou com o novo Dallara DW12, equipado com um motor V6 Chevrolet.

"Sou igual a uma criança, de manhã cedo já estava em pé esperando o alarme tocar de tanto que estava ansioso para entrar no carro", afirmou o ex-piloto da Ferrari, que venceu 11 Grandes Prêmios na sua carreira na Fórmula 1.

"Estou feliz com os tempos que fiz e gostei do que vi", declarou Rubinho, convidado para treinar pelo compatriota Tony Kanaan, piloto da KV Racing, que fez questão de elogiar o desempenho do amigo.

"Ele não teve muito tempo para se acostumar como carro mas fez os mesmos tempos que eu. Dava para ver a alegria na sua cara", comentou Kanaan.

"Nunca pensei que poderia correr aqui porque achava que poderia ficar por 25 anos na Fórmula 1", ironizou Barrichello.

"Continuo apaixonado por velocidade e me sinto muito jovem de espírito. Ainda não estou em plena forma física, mas me sinto cada vez melhor", completou.

Os proprietários da KV Racing, Kevin Kalkhoven e o ex-piloto Jimmy Vasser, mostraram-se muito interessados em contratar o brasileiro.