Encantado com festa, Neymar diz que troféu premia ano especial 

O troféu Puskas, oferecido ao gol mais bonito da temporada, não era o mais importante da festa que premiou os melhores jogadores do último ano no mundo. Porém, para Neymar o prêmio conquistado na noite significou o encerramento de um ano especial em sua carreira.

Além de conquistar o título da Copa Libertadores pelo Santos, o jogador viu seu nome ganhar popularidade no mundo e tornou-se uma celebridade no Brasil. "Foi um 2011 muito especial", afirmou o atacante, que não conseguiu entrar na seleção da temporada em outro prêmio que concorria nesta noite. "Só de estar concorrendo já foi uma vitória".

Neymar ainda diminuiu o impacto da derrota santista para o Barcelona na avaliação de 2011. O Santos perdeu por 4 a 0 em uma final de Mundial de Clubes dominada por 90 minutos pelo time azul-grená. "É claro que eu queria vencer. Por ter o sonho, por ter chegado à final, queria ter ganhado. Eu dei o melhor de mim, mas não foi fácil", completou.

Único jogador que não atua na Europa a ficar entre os 23 melhores, Neymar foi o 10º mais votado na eleição de Bola de Ouro. Neste ano, seu plano passa por repetir a presença na premiação. "Estou trabalhando para melhorar ainda mais", disse.

Esta foi a primeira vez que Neymar participou da festa ao lado das estrelas mundiais. Disse que ficou mais fechado, não conversou com muitos jogadores. Apenas aproveitou o momento. "Fiquei muito feliz de ter participado de uma festa com jogadores que eram meus ídolos", afirmou.