Com problemas no site, revenda de ingressos para Londres é suspensa

A organização dos Jogos Olímpicos de Londres teve mais um contratempo envolvendo a venda de ingressos. Na noite desta sexta-feira, um problema no site oficial suspendeu temporariamente as revendas de entradas para as disputas do evento, que será realizado entre os dias 27 de julho a 12 de agosto deste ano. Segundo com o jornal britânico Daily Mail, o sistema ficou fora do ar logo em seu primeiro dia de funcionamento.

De acordo com o periódico, a organização olímpica pediu para a empresa responsável pelas vendas dos ingressos tiraram o site do ar para arrumar alguns problemas encontrados no sistema. A ação permitia que torcedores desistissem de suas entradas e colocassem à venda para novos compradores.

No momento em que os interessados entravam no site, alguns ingressos apareciam disponíveis, mas, na hora da compra, não conseguiam efetuar o pagamento. Segundo o porta-voz da organização, o problema foi gerado pelo grande número de acessos.

A janela de revenda dos ingressos ficará aberta para os torcedores até o dia 3 de fevereiro. A procura deve ser grande, já que cerca de 1,2 milhões de pessoas, ou dois terços dos candidatos, acabaram de mãos vazias após a primeira rodada de vendas.

Este não é o primeiro problema com a venda de entradas para os Jogos de Londres. Na última quarta, o Comitê Organizador admitiu que vendeu 10 mil ingressos a mais do que deveria para as provas de nado sincronizado. De acordo com a organização, um erro humano dobrou indevidamente o número de bilhetes disponíveis para comercialização.