Ex-árbitro carioca acusa: "saí da Fifa porque não me calei"

As duras palavras do ex-árbitro Gutemberg de Paula Fonseca contra o presidente da comissão de arbitragem da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Sérgio Corrêa da Silva, foram repetidas na noite desta sexta-feira. 

Em entrevista à Rádio Globo, o antigo juiz, que assegurou não retornar à função enquanto a direção permanecer com o atual mandatário, afirmou que só perdeu a chancela da Fifa por conta das seguintes denúncias contra a entidade.

"Não falo só agora, esse é o problema. Venho falando isso desde 2007 na delegacia, talvez por isso tenha saído da Fifa. Não me calo. Fui no 32º DP dar queixa, e um dos membros fazia parte da comissão de árbitros, está lá até hoje, coincidência, não? O árbitro não fala nada, não pode falar. Saí da Fifa porque não calei", disparou, ressaltando que já procura dedicar-se às denúncias contra a comissão de arbitragem há cinco anos.