Pato pode se transferir para o PSG, que deve anunciar Carlo Ancelotti

O Paris Saint-Germain estaria interessado em contratar o atacante brasileiro Alexandre Pato, do Milan, a pedido do técnico italiano Carlo Ancelotti, que já trabalhou com ele, que deve assinar um contrato com o time da capital francesa nas próximas horas, revelou nesta quarta-feira a imprensa francesa. 

O diário esportivo L'Equipe informou que o PSG já tinha entrado em contato com o clube italiano para acertar a contratação do atacante. 

"Ancelotti quer Pato, Pato adora Ancelotti e já disse abertamente que não tinha boas relações com seu atual treinador no Milan Massimiliano Allegri’, publicou o jornal. 

Já Ancelotti deve ser oficializado em breve como sucessor do técnico Antoine Kombouaré, cuja demissão foi muito criticada já que o clube parisiense ocupa a liderança isolada do Campeonato Francês. 

O PSG foi um dos times europeus que mais investiu em contratações no início da temporada, após ter sido comprado por um fundo de investimentos do Qatar, que nomeou o brasileiro Leonardo como diretor esportivo da equipe. 

Até então, o reforço mais espetacular foi o meia argentino Javier Pastore, comprado por 42 milhões de euros junto ao Palermo, da Itália. 

Ancelotti deve viajar para o Qatar no domingo para dirigir a equipe que será concentrada até o dia 5 de janeiro. 

O italiano de 52 venceu quatro vezes a Liga dos Campeões com o Milan, duas vezes como jogador (em 1989 e 1990) e duas como técnico (em 2007 e 2003). 

Seu último clube foi o Chelsea, que deixou no final da  temporada passada após ter conquistado o Campeonato Inglês e a Copa da Inglaterra em 2010. 

De acordo com a imprensa francesa, ele se tornaria o técnico mais bem pago do Campeonato Francês, com um salário de 7 a 8 milhões euros por ano. 

O PSG também teria contatos avançados com o astro inglês David Beckham, de 36 anos, que joga hoje no Los Angeles Galaxy, nos Estados Unidos. 

Além de Pato, a imprensa francesa também mencionou o interesse do clube por outro brasileiro, o meia Kaká, do Real Madrid.