Rooney constrange Ferguson com piada sobre Beckham

O episódio da "chuteira voadora" ocorrido no vestiário do Manchester United em 2003 foi relembrado de maneira inusitada pelo atacante Wayne Rooney na gincana anual de Natal promovida pela equipe inglesa. Membro do time de jogadores que competia contra o time da comissão técnica, Rooney constrangeu o treinador Alex Ferguson ao imitar, por mímica, a gafe do chefe na ocasião - irritado com a derrota para o Arsenal nas oitavas de final da Copa da Inglaterra, o escocês deu um pontapé em uma chuteira e acertou o astro David Beckham, abrindo um corte profundo no supercílio do atleta.

Rooney tinha que interpretar o título de um filme por meio de mímica para que seus companheiros Ryan Giggs e Jonny Evans pudessem adivinhar. O filme em questão era "Bend It Like Beckham" (drama-comédia que em português foi traduzido como "Driblando o Destino"). A princípio, Rooney tentou fazer com que seus parceiros acertassem, desenhando no ar um número 7 (camisa de Beckham no Manchester) e depois passando a mão nos cabelos, em referência à famosa vaidade do jogador.

Quando Giggs e Evans deram sinais de que não estavam entendendo, Rooney teve sua ideia: apontou para Ferguson, que assistia em uma cadeira próxima, depois simulou estar chutando algo, e por fim levou a mão ao supercílio como se tivesse sido atingido. Rindo, o atacante repetiu a mímica, fazendo a apresentadora, os jogadores e o público caírem na gargalhada.

Giggs imediatamente acertou o nome do filme, e o único que não riu efusivamente foi o próprio Ferguson. A princípio visivelmente desconfortável com a brincadeira, o veterano treinador depois esboçou um sorriso e disse a Rooney: "isso vai custar caro para você".

O caso da chuteira que Ferguson acertou no rosto de Beckham é visto como um fator que acelerou sua saída do Manchester United. Com relação desgastada com o técnico, o astro inglês acertou sua milionária transferência ao Real Madrid ao final da temporada.