COB lança projeto de apoio profissional para atletas 

O Comitê Olímpico Brasileiro (COB) lançou nesta segunda-feira o Programa de Apoio ao Atleta, que tem como objetivo dar suporte a jovens talentos, atletas de alto rendimento e no fim da fase competitiva na promoção educacional e gestão profissional de suas carreiras. 

O primeiro núcleo lançado do projeto, realizado pelo Instituto Olímpico Brasileiro (IOB), é o de atletas em transição de carreira, que ajudará esportistas perto do fim de atividades competitivas a assumirem novas atividades profissionais, tendo a oportunidade de participar de estágios, programas de trainees e vivências profissionais, além de bolsas de estudo e outros incentivos para o desenvolvimento em outra profissão.

"O importante é dar a oportunidade para o atleta se descobrir e decidir quais caminhos irá trilhar após encerrar a primeira fase de sua carreira. Este é o objetivo do programa lançado hoje, dar as condições para que nossos atletas continuem contribuindo para o desenvolvimento do esporte brasileiro", afirmou o o presidente do COB, Carlos Arthur Nuzman.

Entre os primeiros beneficiados do programa, estão Maurren Maggi, ouro no salto em distância na Olímpiada de 2008, Daiane dos Santos, primeira brasileira a conquistar uma medalha de ouro no Mundial de Ginástica Artística, e Hugo Hoyama, dono de dez medalhas de ouro nos Jogos Pan-Americanos. Além deles, Adriana Behar (vôlei de praia), Bruno Souza (handebol), Cassius Duran (saltos ornamentais), Daniela Polzin (judô), , Emanuel Rêgo (vôlei de praia)e Marina Canetti (polo aquático) participarão desta primeira fase.

"Infelizmente a vida de atleta não é eterna, mas pretendo ajudar o esporte brasileiro de outras formas, sempre fazendo o melhor possível", disse Maggi.