Santos e Barcelona disputam o mundial no Japão. Acompanhe o jogo ao vivo

O técnico Muricy Ramalho definiu uma escalação que raramente colocou em campo para enfrentar o Barcelona pela final do Mundial de Clubes, às 8h30 (de Brasília) deste domingo, em Yokohama. 

>> Clique aqui e acompanhe a partida ao vivo

O Santos vai a campo com três zagueiros, além dos alas Danilo e Léo, que volta ao time no lugar do sacado Elano. O curioso é que, se o Santos terá três defensores centrais, o Barcelona não deve ter nenhum atacante de ofício: Pep Guardiola surpreendeu ao escalar o meio-campista Thiago, deixando Pedro e Alexis Sánchez (que era dúvida) no banco.

Portanto, as duas equipes entram para a decisão com surpresas em suas escalações. Com um jogador a mais na defesa, o Santos deve apostar em marcação recuada e saída rápida para o contra-ataque. O time está confirmado para buscar o tricampeonato mundial com Rafael; Edu Dracena, Bruno Rodrigo e Durval; Danilo, Henrique, Arouca e Léo; Ganso; Borges e Neymar.

No Barcelona, o mais próximo de um atacante é o astro argentino Lionel Messi, que nesta temporada tem jogado em uma função ainda mais recuada que em anos passados. O restante da equipe confirmada por Guardiola não fugiu do que era aguardado para a decisão.

O posicionamento dos jogadores pode variar, mas o time catalão deve tentar seu segundo título mundial com Víctor Valdés no gol; Daniel Alves, Puyol, Piqué e Abidal na defesa; Busquets, Xavi e Thiago no meio de campo; Fàbregas, Messi e Iniesta no ataque. O Barcelona também pode jogar no 3-4-3 com Valdés; Puyol, Piqué e Abidal; Busquets, Xavi, Thiago e Fàbregas; Daniel Alves, Messi e Iniesta. Os atacantes Pedro e Alexis Sánchez ficam como opção no banco.