Cansado e satisfeito, Cielo projeta 2012 com uma prova por mês até Londres

 Mesmo cansado pela maratona de treinos e o breve período de férias, César Cielo encerrou 2011 de forma vitoriosa, com cinco medalhas no Brasileiro Sênior de natação, disputado neste final de semana no Parque Aquático Maria Lenk, no Rio de Janeiro. Satisfeito, ele fez uma boa avaliação da temporada e já projetou 2012, de olho na Olimpíada de Londres: vai fazer uma prova por mês para viajar à Europa no auge.

"Treinamos muito forte neste fim de ano para voltar do Natal e do ano novo em forma. Nadei tão rápido quanto era possível e saio daqui contente", disse Cielo, que descansou pouco após o Pan-Americano de Guadalajara e, agora, volta aos treinos em 3 de janeiro. "A única data que existe no meu calendário agora é a da Olimpíada de Londres. Desde novembro, aliás, 2012 já começou para mim", apontou o nadador.

No Brasileiro Sênior, Cielo venceu os 50 m e os 100 m livre com desempenho satisfatório e ajudou o Flamengo a conquistar o ouro nos revezamentos 4x100 m e 4x50 m livre. Também disputou o revezamento 4x100 medley, no qual ficou com a prata. Além da liderança no ranking mundial nos 50 m livre em 2011, Cielo levou o bicampeonato mundial e pan-americano na prova e ainda ouro pan-americano nos 100 m livre e ouro mundial nos 50 m borboleta.

"O balanço de 2011 acabou sendo positivo. Nadei os 50 m livre para os melhores tempos do mundo no ano, retomei os 100 m livre depois do Pan e saí de lá confiante. Depois de todos os problemas que eu tive no ano, me sinto ainda mais preparado, experiente e motivado. E a última prova do ano mostrou que é bom estar treinando melhor", analisou o brasileiro. Em 2012, vai fazer uma competição por mês para chegar a Londres no auge.

O planejamento de Cielo inclui preparação em altitude em janeiro, disputa do GP de Missouri (10 a 12 de fevereiro), do Campeonato Sul-Americano (em março), do Troféu Maria Lenk (de 24 a 29 de abril), e duas provas do Mare Nostrum, em Canet (FRA) e Barcelona (ESP), em junho. "Uma prova por mês e nada mais, como havíamos combinado", ressaltou o técnico Alberto Silva, o Albertinho.