Retrospectiva 2011 - esporte: Neymar, Corinthians e Vasco se destacaram

Perdas de Sócrates, Ézio e Luiz Mendes também marcaram ano

Em 2011, a Seleção Brasileira decepcionou. Mas um de seus astros, um moleque abusado e com cabelo moicano, continuou a mostrar que a alegria do futebol brasileiro ainda existe. Brincando de jogar bola, Neymar encantou torcedores de todos os times, principalmente os do Santos, que puderam comemorar a conquista do Paulista e da Libertadores. Só não conseguiu o Mundial. Mas contra o Barcelona não havia muito o que fazer. Este ano brilhou ainda a estrela do Timão. Alvo de piadas dos rivais no início da temporada, o Corinthians deu a volta por cima e faturou o Brasileiro. 

Também acabaram as dúvidas daqueles que pensavam que as recentes conquistas do futebol carioca tratavam-se de episódios isolados. Embora, ao contrário de 2009 e 2010, a taça do Brasileirão não tenha ficado na cidade, os clubes ocuparam as primeiras posições da tabela durante todo o torneio. Apenas o Botafogo não conseguiu a vaga para a Libertadores. Destaque para o Vasco, que venceu a Copa do Brasil e devolveu o orgulho aos cruzmaltinos. Já eram oito anos sem títulos.

Artilheiro, Ronaldo decidiu parar. Espetacular, Messi continuou a comandar o Barcelona em outro ano repleto de troféus. Mas se o Barça pouco foi derrotado, o mundo da bola teve que suportar a dor de grandes perdas. Nos deixaram, entre tantos, o faro de gol de "Super Ézio", a palavra fácil de Luiz Mendes e a classe do calcanhar de Sócrates.

Longe do futebol, 2011 foi marcado por conquistas importantes para o esporte brasileiro. O vôlei - nosso "carro-chefe" olímpico - não fez bonito como antes, mas pudemos comemorar a volta do basquete masculino aos Jogos Olímpicos após 16 anos. No atletismo e na natação, conquistas. No MMA, a realização da primeiro edição nacional do UFC fez até quem não se interessava por luta vibrar com os golpes de Anderson Silva e companhia. E ainda teve Fórmula 1, Pan, Jogos Mundias Militares... 

Clique nos links abaixo e confira a retrospectiva

A trajetória dos clubes cariocas

O mais importante do futebol brasileiro e internacional

As grandes polêmicas

O que agitou os outros esportes