Vascaínos fazem ola, gritam "é campeão" e agradecem por 2011

Poucas vezes um vice-campeonato foi tão festejado quanto o do Vasco neste Brasileiro. Depois de empatar por 1 a 1 contra o Flamengo e perder o título, neste domingo no Engenhão, a equipe de Cristóvão Borges deu adeus às chances de levar o pentacampeonato, mas sua torcida não esfriou. Muitos vascaínos seguiram no estádio e fizeram a festa pela temporada que resgatou o orgulho pelo clube de seus corações.

O grito tradicional de "o sentimento não pode parar" foi seguido de um emocionante "é campeão" e também da tradicional ola. Enquanto os flamenguistas partiram para casa primeiro, uma quantidade considerável de vascaínos permaneceu por mais alguns minutos no Engenhão. Os jogadores, sentidos pela perda do título, rapidamente desceram ao vestiário.

O apoio dos vascaínos reafirmado com a perda do título já era frequente ao longo da última semana, para não dizer de toda a temporada. Eliminado nas semifinais da Copa Sul-Americana na última quarta-feira, o elenco foi recepcionado com festa no aeroporto. O clima seguiu no treino de sexta-feira, com cerca de 500 torcedores, e também no sábado, com mais de 2 mil vascaínos.