Figueirense empata com Avaí e vê Libertadores escapar

Em jogo válido pela 38ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Avaí empatou por 1 a 1 contra o Figueirense no Estádio da Ressacada. Os gols foram marcados por Diogo Orlando, para os mandantes, e Héber para os visitantes.

O resultado tirou qualquer chance do time alvinegro disputar a primeira Copa Libertadores da América de sua história. Com 58 pontos, dois a menos que o Internacional, 5º colocado, o time terminou em 7º. Já o Avaí, depois de três temporadas na Série A, teve uma despedida melancólica do Brasileiro 2011, terminando na lanterna com 31 pontos.

O jogo começou envolto em um clima tenso. Pouco antes da partida torcedores do Avaí entraram em confronto com a Polícia e horas antes da partida 50 avaianos foram presos com porte de armas e bombas. Tensas, as duas equipes começaram se resguardando e apenas uma chance foi criada no primeiro terço da partida. Aos 7min, o meia Elias ajeitou na entrada da área e chutou à direita do gol de Moretto.

Caindo para a oitava posição com a vitória do São Paulo, o Figueirense perdeu uma importante peça aos 28min, quando Wellington Nem, machucado, deu lugar a Héber. Aos 32min, Diogo Orlando passou para Robinho, que chutou por cima do travessão.

O final do primeiro tempo ganhou emoção. Aos 38min, Júnior Urso tabelou com Robinho e chutou para fora. A resposta veio com Ygor, que cobrou falta na entrada da área no canto e Marcelo Moretto fez boa defesa. Quando parecia que o primeiro tempo terminaria sem gols, o meia Lincoln cruzou da direita e Diogo Orlando, de canhota, abriu o placar para o Avaí aos 44min.

Dois pontos atrás do São Paulo, quinto colocado, o Figueirense precisava virar o placar para entrar no G-5. E logo no primeiro minuto da etapa final o clube alvinegro começou a fazer sua lição. O atacante Héber, que entrou no lugar de Wellington Nem, um dos principais jogadores da equipe, entrou na área, passou por dois e chutou sem chances para Moretto, empatando a partida.

O time visitante continuou pressionando e aos 4min, o meia Maicon fez boa jogada e chutou na trave. Melhor no segundo tempo, o Figueirense sofreu mais um forte baque. Júlio César agrediu Arlan e foi expulso pelo árbitro aos 8min.

Mesmo com um a menos, o alvinegro continuou pressionando. Fernandes, que entrou no lugar de Elias, bateu de primeira e obrigou Moretto a fazer excelente defesa. Aos 26min, Robinho chutou de longe e Wilson, em dois tempos, defendeu. Faltando pouco menos de 20 minutos para o final do jogo, o Figueirense estava dois pontos atrás do Internacional, o quinto colocado. Porém, devido ao saldo de gols inferior (14x1), o time catarinense, além da necessidade de vencer, precisava também de um gol do Grêmio no Gre-Nal.

Aos 31min e aos 33min, Fernandes recebeu na área, mas em ambas demorou demais e foi desarmado. Tentando de todas as maneiras possíveis, aos 40min Fernandes cruzou na área e Edson Silva desviou para fora na primeira trave e desperdiçou a última chance do jogo.

Ficha técnica

AVAÍ 1 x 1 FIGUEIRENSE

Gols

AVAÍ: Diogo Orlando, aos 44min do primeiro tempo

FIGUEIRENSE: Héber, no primeiro minuto do segundo tempo

AVAÍ: Marcelo Moretto; Diogo Orlando (Diego), Cássio, Welton Felipe e Arlan; Júnior Urso, Bruno Silva, Marcos Paulo (Pará), Róbson e Lincoln; Leandro Lima (Anderson Lessa)Treinador: Edson Neguinho

FIGUEIRENSE: Wilson; Bruno Vieira, Roger Carvalho, Edson Silva e Juninho; Ygor, Jônatas (Coutinho), Maicon e Elias (Fernandes); Wellington Nem (Héber) e Júlio César Treinador: Jorginho

Cartões amarelos

AVAÍ: Lincoln, Arlan e Bruno FIGUEIRENSE: Elias, Ygor e Roger Carvalho

Cartão vermelho

FIGUEIRENSE: Júlio César

Árbitro Cleber Wellington Abade (SP)

Local Estádio da Ressacada (SC)