Dodson nocauteia, vence TUF 14 e ganha contrato com UFC

Na final da categoria peso galo (55 a 61 kg) da 14ª edição do TUF (The Ultimate Fighter, reality show promovido pelo UFC), o americano John Dodson nocauteou o adversário TJ Dillashaw e conquistou um contrato no principal evento de MMA (Mixed Martial Arts) do planeta. Em evento realizado em Las Vegas, Estados Unidos, Dodson demorou pouco mais de 1 minuto de luta para acertar um cruzado no queixo do rival e triunfar no combate.

O californiano Dodson, que já tem 12 vitórias e cinco derrotas em eventos de MMA na carreira, fez uma luta franca, com bastante troca de golpes. Dillashaw, que também havia chegado à final durante os meses em que ficou na casa do programa que era transmitido por uma TV americana, contabilizou o primeiro revés no cartel - ele tinha cinco triunfos.

Dodson fazia parte da equipe de Jason Miller, enquanto Dillashaw era do time de Michael Bisping. Como já é praxe no programa de TV, dois famosos lutadores treinam os candidatos a ingressar no UFC.

Nas outras duas lutas que integraram o card principal do evento, Tony Ferguson e Johny Bedford venceram - os lutadores, no entanto, já haviam sido eliminados em outras lutas durante o programa.

Bedford não teve dificuldade para impor sua estratégia e levar o combate para o chão, onde levou ampla vantagem sobre Louis Gaudinot. O lutador de cabelo verde conseguiu se livrar da primeira queda, mas sofreu duros golpes na segunda e terminou o primeiro assalto sangrando bastante.

O segundo round seguiu com amplo domínio de Bedford no chão, assim como o terceiro. Perito em kick-boxing, Gaudinot não conseguiu impor seu estilo de luta. Bedford só conseguiu a vitória no terceiro round, quando o árbitro paralizou o combate.

Bedford tinha um currículo de 17 vitórias, 10 derrotas e 1 empate, contra 5 vitórias e 1 derrota de Gaudinot. Os lutadores são da categoria galo.

Tony Ferguson vence Yves Edwards

O encontro entre Tony Ferguson e Yves Edwards foi todo em pé, com os dois lutadores indo para a trocação de golpes, para a alegria do público. Ambos os lutadores são bastante técnicos e ágeis e abusaram bastante das esquivas.

O primeiro assalto foi marcado por uma franca trocação entre os lutadores. Ferguson levou a melhor no final, quando acertou alguns cruzados que desestabilizaram o oponente. Edwards, por sua vez, soube se defender bem e acertou um bom chute no rosto do adversário.

Como tinha uma envergadura maior, Ferguson acertava golpes com mais facilidade em Edwards, que tentava compensar com chutes. Apesar de mais castigado e sangrando no nariz, Ferguson venceu de acordo com a decisão dos jurados: 30 a 28.