Corinthians fala em Tevez e rejeita "ressaca" por busca de reforços

Poucas horas depois de conquistar o título do Campeonato Brasileiro neste domingo, ao empatar por 0 a 0 com o Palmeiras, o Corinthians já começa a pensar na temporada 2012. Na saída do Pacaembu, o dirigente Edu Gaspar falou em reforçar o elenco para o ano que vem, lembrou de Tevez e quer uma eventual "ressaca" por comemorações exageradas pelo troféu.

"Que ressaca que nada. Amanhã (segunda-feira), ao meio-dia, já tenho reunião com a diretoria. Na terça tenho a agenda cheia, agora é hora de irmos atrás. Faz parte do cargo", afirmou o gerente de futebol do clube alvinegro, que celebrou seu primeiro título na função. Edu afirmou que a ideia do clube é segurar a base campeã em 2011 para a temporada seguinte.

"Nosso objetivo é saber se os atletas estão felizes aqui, se querem ficar. Muitos sonham com a Europa, a parte financeira já não é mais importante assim, pois todos ganham bem e são bem remunerados aqui. Nosso desejo é saber se estão felizes, isso é importante descobrirmos", manifestou o dirigente, que mencionou o argentino Tevez como exemplo - o atacante do Manchester City é o maior sonho do Corinthians para 2012.

"O Tevez é importante nós sabermos se ele quer vir. Se falar 'eu quero', é importante. Não sei se ele quer, sei que foi feliz aqui por um tempo, foi ídolo, e isso já é algo importante de saber", definiu o gerente.

"Nesse grupo atual, muitos alcançaram o nível que esperávamos. É importante saber isso, o grupo se mostrou forte. Precisamos de melhorias para sempre buscar esses títulos. Depois de ganhar esse Nacional adquirimos respeito, agora precisamos modificar e buscar melhorias para o ano que vem", concluiu o ex-volante.

O Corinthians se sagrou campeão brasileiro neste domingo, ao alcançar 71 pontos depois do empate por 0 a 0 contra o Palmeiras. A equipe alvinegra somou seu quinto troféu nacional em sua história - os outros foram nos anos de 1990, 1998, 1999 e 2005.