Clássico paulista tem confusão também nos bastidores

Não foi só em campo que teve briga entre Corinthians e Palmeiras, neste domingo, jogo no qual o time de Parque são Jorge comemorou seu quinto título do Campeonato Brasileiro. Nos bastidores, perto dos vestiários, as delegações dos dois times também se envolveram em confusão que teve garrafas atiradas dos dois lados.

Tudo começou quando reservas do Corinthians tentaram entrar em campo parar comemorar o título. Eles passaram por um túnel após a sala de imprensa, mas encontraram com parte da delegação do Palmeiras e uma guerra de garrafas d'água começou, com objetos atirados dos dois lados. Um corintiano chegou a reclamar de ter sido atingido por uma chuteira.

O clássico entre Corinthians e Palmeiras terminou 0 a 0, resultado que bastou para que título corintiano fosse confirmado. No final do jogo, Jorge Henrique provocou os palmeirenses com um "chute no ar" e jogadores quase partiram para a agressão.