Atlético-PR bate Coritiba, mas é rebaixado para Série B

Durante a última semana, muitos chamaram o clássico entre Atlético-PR e Coritiba de "Atletiba do Século". Porém, por causa do seu resultado final, certamente nenhum dos dois times deve lembrar desse jogo futuramente. Isso porque a partida ficou 1 a 0 para o time da Arena da Baixada, o que fez com que nenhum dos dois conquistassem seus objetivos - o Atlético-PR foi rebaixado e o Coritiba não se classificou para a Copa Libertadores de 2012.

No começo o Atlético-PR já mostrou que poderia levar a melhor. Empolgado com a torcida em casa, o time da Arena foi para cima, criou chances e levou perigo em bolas paradas. Mas não conseguiu superar o rival na primeira etapa.

No segundo tempo, Guerrón ainda fez o gol do Atlético-PR e a torcida comemorou, mas a vitória não salvou o time do rebaixamento. Isso porque o Cruzeiro goleou o Atlético-MG e acabou com qualquer chance de outro time se livrar da queda. Junto com o time paranaense, Ceará, América-MG e Avaí também vão disputar a Série B em 2012.

Já o Coritiba foi superado na tabela pelo Internacional. Além dele, Flamengo, Fluminense, Vasco, Corinthians e Santos vão disputar a Copa Libertadores de 2012.

O jogo

Com apenas 2min de partida, Paulo Baier tratou de levar o primeiro perigo ao gol do Coritiba. Ele recebeu na entrada da área, girou e chutou perto da trave.

Depois desse susto inicial, o Atlético-PR continuou melhor na partida e, aos 11min, teve mais uma chance: após cruzamento da direita, Nieto se antecipou ao zagueiro e conseguiu tocar a bola, mas ela foi para fora, mais uma vez passando perto da trave.

Sem conseguir reagir, o Coritiba tentou parar o Atlético-PR com faltas. Uma tática perigosa, já que o time da casa passou a ter boas chances de gol com as bolas paradas, através de cruzamentos e cobranças diretas.

Em um desses lances, aos 34min, Paulo Baier cruzou da direita e a bola passou por todo mundo, mas foi na direção do gol. Vanderlei, que não tinha saído do gol, teve reflexo e conseguiu fazer uma difícil defesa, evitando que o placar fosse aberto na Arena.

Aos 37min, o Coritiba chegou com algum perigo pela esquerda, com Everton Costa, mas o cruzamento dele foi cortado por Renan Rocha. Só nesse final de primeiro tempo o Coritiba começou a ter mais posse de bola e ocupar a área do rival.

Mas aos 40min, em cobrança de falta de longe, Léo Gago chutou forte e obrigou Renan Rocha a trabalhar de novo, espalmando a bola para fora e mantendo o 0 a 0 no placar ao final do primeiro tempo.

No primeiro minuto do segundo tempo o Atlético-PR já voltou a criar uma chance em bola parada. Paulo Baier cruzou para a área, Nieto desviou de cabeça, mas Vanderlei evitou o gol.

Aos 8min do segundo tempo, Jonas foi bem pela direita e cruzou para área. Rafinha apareceu de frente para o gol, mas chutou errado e desperdiçou a chance.

Paulo Baier teve a melhor chance do jogo aos 16min. Ele foi lançado por Guerrón na entrada da área, ficou frente a frente com Vanderlei, mas chutou em cima do goleiro do Coritiba.

Mas foi exatamente dos pés de Baier, aos 28 min, que o Atlético-PR conseguiu o gol que abriu o placar. O experiente meia tocou para Guerrón finalizar bem e fazer a festa da torcida.

Aos 36min, Leonardo recebeu a bola no ataque e arriscou um chute de longe, mas Renan Rocha mostrou firmeza e defendeu. Nos acréscimos ainda houve tempo para o arqueiro do Atlético-PR evitar novamente o gol do empate, após chute cruzado de Jonas, e para o zagueiro Fabrício ser expulso.

Ficha técnica

ATLÉTICO-PR 1 x 0 CORITIBA

GolATLÉTICO-PR: Guerrón, aos 28min do segundo tempo

ATLÉTICO-PR: Renan Rocha; Wagner Diniz, Manoel, Fabrício e Heracles; Deivid, Marcelo Oliveira, Cléber Santana e Paulo Baier; Guerrón e NietoTreinador: Antônio Lopes

CORITIBA: Vanderlei; Jonas, Jéci, Emerson e Lucas Mendes (Anderson Aquino); Leandro Donizete, Léo Gago, Rafinha e Everton Costa (Tcheco); Marcos Aurélio (Bill)e Leonardo Treinador: Marcelo Oliveira

Cartões amarelosATLÉTICO-PR: Paulo Baier e Renan Rocha CORITIBA: Jéci, Tcheco, Leandro Donizete, Everton Costa, Lucas Mendes e Rafinha

Cartão vermelhoATLÉTICO-PR: Fabrício

Árbitro Sandro Meira Ricci (DF)

Local Arena da Baixada, em Curitiba