Atletiba põe frente a frente rivais com caminhos opostos em 2011

Atlético-PR e Coritiba fazem o maior duelo da história entre eles neste domingo, na Arena da Baixada, valendo a sobrevivência dos donos da casa e participação na Copa Libertadores para os visitantes. E não poderia haver jogo melhor para marcar a despedida do estádio.

Este será o último jogo no estádio que fecha os portões na segunda-feira para a finalização das obras de adequação às exigências da Fifa para receber jogos da Copa do Mundo de 2014 e só reabre em 2013.

Mas a partida de despedida pode ficar com gosto muito amargo na lembrança dos atleticanos, que precisam vencer o maior rival e ainda torcer por derrota do Cruzeiro para o Atlético-MG e, ao menos, um empate do Ceará com o Bahia. Qualquer resultado diferente disso coloca o time rubro-negro na Série B.

Em 16 anos na Série A, o Atlético-PR foi campeão em 2001 e vice em 2004, depois disso apenas figurou como coadjuvante. No ano passado conseguiu o quinto lugar, mas voltou a sofrer com o risco do descenso este ano.

Momento muito distinto do que o Coritiba vive hoje. O time é o quinto colocado, mas passou por amargos momentos desde 1996. Em 1995, o time deixou a Série B, com ajuda do rival. Mas nunca conseguiu se impor entre os times da primeira divisão.

Caiu por duas vezes. Em 2005 o Atlético-PR foi vice-campeão da Libertadores e deixou o descenso ainda mais amargo. Demorou dois anos para voltar à elite. E em 2009 novo sofrimento e com consequências muito mais graves.

O clube perdeu 10 mandos de campo pela barbárie que aconteceu no dia 6 de dezembro daquele ano, quando no empate em 1 a 1 com o Fluminense foi rebaixado, em pleno ano do centenário.

Mas hoje a realidade é outra. O clube se reconstruiu desde a tragédia, voltou da Série B campeão no ano passado e teve uma sequência ainda mais vitoriosa este ano. Foi campeão paranaense e conseguiu a marca inédita de 24 vitórias seguidas, feito que nenhum outro clube no mundo havia alcançado.

Nas competições nacionais, chegou ao vice-campeonato da Copa do Brasil e hoje pode garantir a vaga na Copa Libertadores que deixou escapar no primeiro semestre.

E assim, com as histórias invertidas, Atlético-PR e Coritiba devem fazer uma das partidas mais emocionantes deste domingo, na rodada final do Campeonato Brasileiro.