Udinese vence Inter e divide liderança do Italiano com Milan

Em pleno Giuseppe Meazza, a Udinese venceu a Inter de Milão por 1 a 0, gol de Isla, em jogo válido pela 14ª rodada do Campeonato Italiano e chegou a 27 pontos, o mesmo que o líder Milan, na frente pelo saldo de gols (15 x 10). A Juventus, terceira colocada com 26 pontos, pode ultrapassar os dois times neste domingo, quando enfrenta o Cesena. O fim da partida foi carregada de emoção, com dois pênaltis marcados e mal executados.

Na zona intermediária da tabela e vista com desconfiança pelo torcedor, a Inter entrou em campo com cinco argentinos: Samuel, Zanetti, Cambiasso, Álvarez e Diego Milito, mais os brasileiros Júlio César e Thiago Motta (naturalizado italiano) e o romeno Chivu, justificando o nome do clube. Entre os nascidos na bota, apenas Pazzini, Ranocchia e Faraoni. Sem o seu principal jogador, o holandês Wesley Sneijder, lesionado, o clube de Milão sofreu no setor de criação.

A primeira chance clara da partida foi aos 12min, quando o romeno Torje chutou de direita e exigiu defesa de Júlio César. A resposta veio com os argentinos: em chutes de fora da área aos 17min e aos 29min, Álvarez e Milito, respectivamente, abusaram da força e da altura. Aos 30min, Thiago Motta tabelou com Milito e chutou de bico. O arqueiro esloveno Handanovic defendeu.

O segundo tempo começou com os visitantes mais ligados na partida. Aos 7min, Armero, ex-Palmeiras, cruzou da esquerda e Torje cabeceou para defesa de Júlio César. Aos 12min, a bola sobrou para o atacante Di Natale, que chutou de esquerda por cima do gol. Na jogada seguinte, o atacante da Udinese tentou novamente e Júlio César, desajeitado, defendeu em dois tempos.

Aproveitando os espaços deixados na defesa dos mandantes, a Udinese abriu o placar em Milão. Aos 27min da etapa final, Di Natale passou para Floro Flores, que apenas rolou para Isla bater de direita e fazer o gol da vitória. Afobada, a Inter não conseguiu criar chances para o empate e aos 40min, Zanetti fez pênalti em Asamoah e foi expulso. Di Natale cobrou no canto esquerdo de Júlio César, que saltou e espalmou para escanteio.

Logo após o pênalti desperdiçado, o árbitro Andrea Gervasoni marcou nova penalidade máxima, dessa vez para a Inter. Mas Pazzini, vergonhosamente, escorregou na cobrança e isolou a bola, sentenciando a derrota interista por 1 a 0.

No Estádio San Paolo, em Nápoles, o Napoli passou fácil pelo lanterna Lecce por 4 a 1. Ezequiel Lavezzi aos 26min, Edinson Cavani aos 33min e Blerim Dzemaili aos 42min afundaram os visitantes no primeiro tempo. No segundo, Muriel marcou e diminuiu o marcador para o Lecce, que tem apenas oito pontos em 13 jogos. Cavani, novamente, aos 37min do segundo tempo, fechou o placar. O time do sul da Itália tem 20 pontos e está em 5º, sete pontos atrás do líder Milan.

Na próxima rodada a Inter, 15ª colocada com 14 pontos, recebe a Fiorentina no Giuseppe Meazza. Já a Udinese volta para Udine e encara o Chievo. Já o Napoli enfrentará o Novara fora de casa.