Em entrevista virtual, Mano admite falta de padrão tático e critica base

Uma das personalidades do mundo esportivo mais dedicadas às redes sociais, o técnico da Seleção Brasileira, Mano Menezes, utilizou seu perfil no Twitter para responder a perguntas enviadas pelo Fórum Footecon, que reunirá profissionais de futebol no Rio de Janeiro nos próximos dias 6 e 7 de dezembro.

Em cerca de uma hora conectado, o treinador chamou atenção para a necessidade de uma padronização tática que ainda falta entre a Seleção principal e o time olímpico. "Estamos trabalhando (ao lado do Ney Franco) para recuperar uma filosofia que sempre tivemos no passado: encarar o jogo com mais protagonismo, usando o sistema tático adequado", escreveu.

Para Mano, além do problema relacionado ao padrão de jogo, o futebol nacional peca pelo excesso de competitividade nas categorias de base, o que prejudica a formação de novos atletas: "estamos formando equipes para vencer e não atletas com fundamentação completa", constatou o técnico.

Apesar de criticar a obsessão por títulos que atrapalha os jovens atletas, o comandante admitiu que pretende convocar jogadores mais experientes para o grupo Sub-23 que representará o Brasil nas Olimpíadas de Londres 2012. "Possivelmente sim (convocar jogadores com mais de 23 anos), mas vamos priorizar os jovens promissores", disse.