Com aproveitamento de 33%, Leão renova e fica no São Paulo 

Contratado para substituir Adilson Batista e permanecer por apenas dois meses de "teste" pelo resto do Campeonato Brasileiro, o técnico Leão - que possui média de apenas 33% dos pontos conquistados - renovou seu contrato com o São Paulo e continuará no clube para a temporada 2012. O clube do Morumbi confirmou a informação nesta quinta-feira.

Em reunião realizada nesta quinta com o diretor de futebol Adalberto Baptista no CT da Barra Funda, o comandante fechou a prolongação de seu vínculo e dirigirá o time tricolor no Campeonato Paulista do ano que vem, além da Libertadores - caso a equipe conquiste a vaga - e do Brasileiro.

"Melhor que as dificuldades que enfrentamos é saber que o futuro do São Paulo vai ser melhor que o presente. Por isso estou satisfeito e confiante em fazer uma grande temporada", afirmou o técnico, em entrevista ao site oficial do clube.

"Embora os resultados por enquanto não tenham sido expressivos, o trabalho no dia a dia foi muito satisfatório. Por isso antecipamos a renovação já pensando na programação da próxima temporada", disse o dirigente são-paulino.

Até o momento, Leão - que estreou na derrota para o Libertad-PAR por 2 a 0 - possui um aproveitamento de apenas 33% no cargo, com duas vitórias, um empate e quatro derrotas, além de oito gols a favor e nove contra.

Para classificar a equipe do Morumbi à próxima Copa Libertadores, o técnico precisa que o time derrote o Santos no domingo, às 17h (de Brasília), em Mogi Mirim, e também torcer para tropeços de Figueirense, Coritiba e Internacional.