Volante Fabrício completa 150 jogos pelo Cruzeiro contra Avaí

Com futuro indefinido na próxima temporada, o volante Fabrício prefere focar nas últimas quatro rodadas e a tentativa de livrar o Cruzeiro do rebaixamento à Série B. O jogador acredita que a equipe mineira precisa explorar o desespero do lanterna Avaí, nesta quarta-feira, às 21h50 (Brasília), em Florianópolis.

"O Avaí vai tentar se impor, espero eles atacando a nossa equipe. Mas acho que eles estão desestabilizados emocionalmente. Se saírem na frente, vão se desdobrar ou se sofrerem o gol, podem se perder. Temos que ter uma postura de ganhar para decidir no domingo a nossa permanência", destacou.

Fabrício completa na partida diante do Avaí 150 jogos com a camisa do clube mineiro. "É legal pelo número de jogos, fazer 150 jogos na equipe como o Cruzeiro, que sempre teve bons jogadores, principalmente na minha posição, um time que sempre se prepara, contrata todo ano, fazer 150 jogos na equipe dessa importância é sempre muito bom, principalmente no currículo da gente e isso pesa muito", afirmou.

Pretendido pelo São Paulo, Fabrício tem contrato com Cruzeiro até o fim do ano, e por enquanto não recebeu proposta oficial para renovação do vínculo. Perguntado sobe o futuro, o volante despistou: "eu também escuto falar (interesse do São Paulo), mas a minha preocupação é Avaí, Atlético-PR, Ceara e Atlético-MG. Para mim é só isso que passa na minha cabeça e essas coisas ai cuida Reinaldo Pitta (empresário do atleta)", concluiu.