Portugal faz seis, goleia Bósnia e garante vaga na Euro 2012

Em jogo eletrizante, no qual Portugal começou bem, passou por momentos tensos e acabou melhor do que imaginavam os seus torcedores, os lusitanos golearam a Bósnia e garantiram a classificação para a Eurocopa de 2012. Em partida realizada no Estádio da Luz, nesta terça-feira, os donos da casa fizeram 6 a 2 no adversário, com dois gols de Cristiano Ronaldo, dois de Postiga, um de Miguel Veloso e um de Nani.

Pelo início de jogo, parecia que Portugal iria atropelar os visitantes. Com o apoio da torcida, a equipe partiu para cima logo no começo com a intenção de definir a partida ainda nos primeiros minutos. Aos 6min, a equipe quase abriu o placar. O lateral do Real Madrid Fábio Coentrão cruzou da esquerda para Nani ajeitar para Cristiano Ronaldo, que chutou para defesa do goleiro Begovic. Na sobra, Raúl Meireles, já impedido, chutou para fora.

Os bósnios escaparam de sofrer o gol nesse primeiro lance, mas não dois minutos mais tarde. Aos 8min, Cristiano Ronaldo cobrou falta ao seu estilo para inaugurar o marcador no Estádio da Luz. O gol deu mais tranquilidade aos mandantes, que ainda aumentaram aos 24min, com um golaço de Nani. O jogador do Manchester United recebeu na esquerda e chutou de longe no ângulo do goleiro adversário.

A vantagem de dois gols no placar começou a render até gritos de olé dos portugueses. Contudo, a Bósnia diminuiu aos 41min com o camisa 10 Misimovic cobrando pênalti, levando uma tensão no ar entre os portugueses para o intervalo.

A bronca do técnico Paulo Bento no intervalo com a queda de rendimento da equipe após o segundo gol deve ter surtido efeito e os seus comandados voltaram com outra postura, marcando o terceiro logo aos 10min, com Cristiano Ronaldo novamente. Dois minutos mais tarde parecia que a classificação portuguesa estava mais do que consolidada, já que o meia bósnio Lulic foi expulso após reclamar depois do gol lusitano.

Após a expulsão do adversário, Portugal passou a pressionar em busca do quarto gol, que praticamente garantiria a vitória. No entanto, após falta cobrada na área, o zagueiro Spahic completou uma assistência de cabeça de um companheiro e diminuindo para 3 a 2, complicando novamente a classificação dos portugueses.

A reação de Portugal ao gol adversário foi rápida. Sete minutos depois, o atacante Gelder Postiga recebeu passe de Rúben Micael para fazer o quarto dos donos da casa. Para não correr mais riscos desnecessários, os lusitanos ainda foram buscar mais dois gols, fechando a goleada em casa. Primeiro, aos 35min, Miguel Veloso fez cobrando falta. Já dois minutos mais tarde Postiga completou cruzamento de Coentrão de cabeça para o fundo das redes.