Brasil vence revezamento e domina dia da natação com 16 medalhas

O esporte brasileiro teve um dia excelente na natação nos Jogos Parapan-Americanos de Guadalajara nesta terça-feira. Além de vencer o revezamento 4x100 m livre 34 pontos com a forte equipe liderada por Daniel Dias e André Brasil, o País faturou 16 medalhas no Centro Aquático Scotiabank, sendo seis delas de ouro, cinco de prata e igual quantidade de bronze.

Com Phelipe Rodrigues, Daniel Dias, Vanilton Filho e André Brasil, a equipe verde-amarela venceu a disputa do revezamento com o tempo de 3min58s48, quebrando o recorde do Parapan. O México ficou com a medalha de prata ao completar a disputa em 4min28s55, enquanto a Argentina completou o pódio para levar o bronze, com 4min31s01.

Além da vitória do revezamento, o Brasil fez três dobradinhas em Guadalajara: nos 50 m livre das categorias S9 (ouro para Vanilton Filho e prata para Matheus Silva) e S10 (André Brasil ficou em primeiro, seguido por Phelipe) e nos 50 m borboleta S5, com triunfo de Daniel Dias e Clodoaldo Silva ficando no segundo lugar. Ainda em provas de curta distância, Joana Silva subiu ao degrau mais alto do pódio na classe S5 dos 50 m borboleta.

Já Caio Oliveira triunfou nos 400 m livre S8, em prova que teve a presença de outro representante nacional no pódio: Alexandre Fernandes, bronze. Também ficaram no terceiro lugar do pódio Adriano Lima, nos 50 m livre S6, e Camile Cruz, nos 50 m livre S9.

Renato Silva e Raquel Viel conquistaram mais duas pratas para o Brasil nos 100 m peito SB12, masculino e feminino. Outra disputa que teve medalhalhistas brasileiros entre homens e mulheres foi a competição dos 50 m borboleta S6: Jeferson Amaro e Maria Silva conseguiram o bronze.