Alemanha enfrenta Holanda em amistoso de gala 

Entre as partidas amistosas disputadas nesta terça-feira na Europa, a mais aguardada será o choque entre a Alemanha e a Holanda, em Hamburgo, que terá em campo os melhores ataques das eliminatórias da Eurocopa.

Em apenas dez rodadas disputadas, os holandeses balançaram as redes 37 vezes e a ''Mannschaft'' 34.

Porém, nas duas últimas partidas amistosas que disputaram, as duas equipes decepcionaram.

A Alemanha continuou mostrando seu futebol ofensivo, mas empatou em 3 a 3 com a Ucrânia em Kiev, no estádio que receberá da final da Eurocopa, no dia 1º de julho de 2012,

Já a ''Oranje'' não saiu do 0 a 0 em casa diante da Suíça. "Não mostramos o que somos capazes de fazer normalmente. Tivemos um desempenho muito insuficiente, sem intensidade. A Suíça é um adversário difícil, muito bem organizado", tinha lamentado o meia Wesley Sneijder após a partida.

A Inglaterra, que vem de uma vitória de prestígio por 1 a 0 no sábado sobre a Espanha em Wembley, campeã da última do mundo, enfrenta a Suécia nesta terça-feira, novamente no mítico estádio londrino.

Os suecos, classificados diretamente para a Eurocopa ao terminar as eliminatórias como melhor segundo colocado entre todas as chaves, se destacaram ao acabar com a invencibilidade dos holandeses, ao derrotá-los por 3 a 2 na última rodada.

Porém, os suecos perderam por 2 a 0 para a Dinamarca no ''clássico da Escandinávia'' disputado na última sexta-feira.

Os espanhóis enfrentam a Costa Rica em San José, onde o Brasil tinha derrotado em outubro a seleção local por 1 a 0, em partida sonolenta decidida pelo craque Neymar.

A Itália, que superou a Polônia por 2 a 0 na sexta-feira, enfrenta no estádio olímpico de Roma o Uruguai, campeão da Copa América em julho, que vem de uma goleada por 4 a 0 sobre o Chile pelas eliminatórias da Copa do Mundo de 2014.

"Esta partida é a mais significativa desde que assumi a seleção italiana. O Uruguai é uma das melhores equipes do mundo e tem jogadores com muita técnica e personalidade", afirmou o técnico Cesare Prandelli.

Após ter marcado um golaço de cobertura contra os poloneses, o atacante Mario Balotelli, do Manchester City, deve ser titular novamente no lugar de Antonio Cassano, que sofreu um AVC no fim do mês de outubro.

A França, que suou para derrotar os Estados Unidos por 1 a 0 na sexta-feira enfrenta os vizinhos belgas no Stade de France.

O principal destaque da Bélgica será o jovem meia de 20 anos Eden Hazard, que levou o prêmio de melhor jogador da temporada passada no Campeonato Francês, quando conquistou o título da Ligue 1 com o Lille.